A A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, AS NARRATIVAS E AS RUAS

um processo pedagógico de construção de si

Autores

Palavras-chave:

EJA; narrativas de vida; ruas

Resumo

Este artigo, em parte, é resultado de uma dissertação de mestrado que trata da construção de histórias de vida de sujeitos em situação de vulnerabilidade social, pertencentes a um território localizado na cidade de Fortaleza, capital do Ceará. O objetivo deste estudo foi o de compreender de que maneira esses sujeitos construíram as suas práticas de vida tendo como base o seu processo pedagógico vivencial em espaços formais e informais de ensino. Nesse percurso, a dimensão da narrativa de vida, em seu aspecto educativo, foi refletida em sus diversas nuances epistêmicas. Houve, em outra parte, após esse processo de construção da pesquisa apresentada na dissertação, a tessitura de reflexões ampliadas pelos sujeitos pesquisadores que compuseram a construção desse artigo científico. A dimensão metodológica empírica do trabalho consistiu-se como uma construção dialógica, tendo como ferramenta base desse processo a entrevista narrativa com sujeitos pertencentes à Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede municipal de ensino. Tal fato teve o intuito de possibilitar novos encontros pedagógicos em relação a presente temática, evidenciando a EJA como espaço possível de integração entre os saberes formais e informais de ensino.

Biografia do Autor

Tiago Bruno Areal Barra, UNIVERSIDADE FEDERAL DO CEARÁ

Doutorando em Educação (UFC) / Pesquisador Membro do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação Ambiental Dialógica, Perspectiva Eco-Relacional, Educação Popular Freireana (GEAD - UFC) / Consultor de Pesquisas Acadêmicas e Projetos Sociais / Bolsista pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior - CAPES. 

Referências

BRANDÃO, Thaís Oliveira e GERMANDO, Idilva Maria Pires. Experiência, Memória e Sofrimento em Narrativas Autobiográficas de Mulheres. Psicologia & Sociedade. nº 21 (1), 5-15, 2009.

CAVALCANTE, Juraci Maia. Identidade Narrativa e Autobiografia: elementos teóricos e Metodológicos para uma Pedagogia da Escrita Histórica. In: BEZERRA, J. A. B.; ROCHA, A. M. História da Educação: Arquivos, Documentos, Historiografia, Narrativas Orais e Outros Rastros. Fortaleza: Edições UFC, 2008.

CYRULNIK, Boris. Os Patinhos Feios. São Paulo: Martins Fontes, 2004.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do Oprimido. São Paulo: Paz e Terra, 2019.

_______, Paulo. Pedagogia da Solidariedade. São Paulo: Paz e Terra, 2020.

JCHELOVITCH, Sandra e BAUER, Martin W. Entrevista Narrativa. In: BAUER, Martin W. e GASKELL, George. Pesquisa Qualitativa com Texto Imagem e Som: Um Manual Prático. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

MELUCCI, Alberto. O Jogo do Eu: a mudança de si em uma sociedade global. RS: Editora Unisinos, 2004.

NOBREGA, A. N.; MAGALHÃES, C. E. A. Narrativa e Identidade: Contribuições da Avaliação no Processo de (re) Construção Identitária em Sala de Aula Universitária. Revista Veredas Atemática. V.16. n. 2. 2012.

PAIS, Machado. Vida Cotidiana: enigmas e revelações. São Paulo: Cortez, 2003.

PINEAU, Gaston. As Histórias de vida em formação: gênese de uma corrente de pesquisa-ação-formação existencial. In: Educação e Pesquisa. V. 32, no. 02, maio/agosto, 2006, pp. 329-343.

PINEAU, Gaston. As Histórias de Vida. Natal, RN: EDUFRN, 2012.

Downloads

Publicado

2021-09-29

Como Citar

AREAL BARRA, T. B. .; MUNIZ CHAVES, F. A A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, AS NARRATIVAS E AS RUAS: um processo pedagógico de construção de si. Communitas, [S. l.], v. 5, n. 11, p. 147–156, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufac.br/index.php/COMMUNITAS/article/view/5182. Acesso em: 24 out. 2021.

Edição

Seção

Dossiê Temático