ASPECTOS MORFOSSINTÁTICOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS EM ASURINI DO XINGU

Palavras-chave: Morfologia; Sintaxe; Asurini do Xingu; Argumentos

Resumo

RESUMO: Este artigo discute a formação das orações subordinadas em Asurini do Xingu e mostra como funcionam em relação à oração principal. A nominalização é o recurso largamente utilizado para formar essas orações. Entretanto, há um subconjunto de orações adverbiais que é constituído por morfemas subordinantes. A sintaxe é essencial para distinguir um tipo oracional de outro quando suas estruturas são morfologicamente idênticas. Em relação às orações independentes, as orações subordinadas apresentam marcadores de pessoa e concordância que as distinguem morfológica e sintaticamente daquelas orações. Os dados foram analisados em consonância com a abordagem tipológico-funcional, partindo de pressupostos teóricos encontrados em autores, como: Comrie (1989), Givón (2001), Dixon (2006).

PALAVRAS-CHAVE: Morfologia; Sintaxe; Asurini do Xingu; Argumentos

 

Referências

COMRIE, Bernard. Language Universals and Linguistic Typology. Oxford, Brasil Blackwell ,1981.
COMRIE, Bernard & HORIE, Kaoru. 1995. Complement clauses versus relative clauses: some Khmer evidence. In ABRAHAM, Werner. GIVÓN T, and Sandra A. Thompson (eds.). Discourse Grammar and Typology: Papers in Honor of John W. M. Verhaar. Amsterdam and Philadelphia: John Benjamins, 65–76.
DIESSEL, H. The Ordering Distribution of Main and Adverbial Clauses: A Typological Study. Language, v. 77, No. 3, p. 433-455, 2005.
DIXON, Robert M. V. Ergativity. Cambridge: Cambridge University Press, 1994.
DRYER, Matthew S. S. Adverbial subordinators and word order asymmetries. In JOHN A. Hawkins.; SIEWIERSKA, Anna (Eds.). Performance principles of word order (Eurotype Working Papers). Strasbourg: European Science Foundation Program in Language Typology, ESF Offic, 1992. p. 1-33.
GIVÓN, T. Syntax: a functional-typological introduction. Amsterdam/Philadelphia, John Benjamins Publishing Company, 2001.
PEREIRA, Antônia Alves. Aspectos das orações subordinadas adverbiais em Asurini do Xingu. Revista Moara n.36, p.92-103, jul.-dez., 2011
_________. A Nominalização e a oração relativa no Asurini do Xingu. Liames,Vol. 10 2010, P. 101-113.
_________.Estudo Morfossintático do Asurini do Xingu. 2009, 284p. Tese de Doutorado em Linguística. Instituto de Estudos da Linguagem, Universidade Estadual de Campinas.
RODRIGUES, A. D.; CABRAL, A. S. Revendo a classificação interna da família Tupi-Guaraní. In CABRAL. A. S.; RODRIGUES, A. D. (eds.). Línguas Indígenas Brasileiras. Fonologia, Gramática e História. Atas do I Encontro Internacional do GTLI da ANPOLL. Belém, vol.1, 2002.
SEKI, Lucy. Gramática do Kamaiurá: Lingua tupi-guarani do Alto Xingu. Campinas, SP: Editora da Unicamp; São Paulo: Imprensa Oficial, 2000.
KEENAN, Edward L. Relatives clauses. In: Shopen, Thomas (ed). Language typology and syntactic description. Complex constructions. Cambridge: Cambridge University Press, 1985, vol, II, p.141-170.
NOONAM, MICHAEL. Complementation. In: Shopen, Thomas. (ed).Language typology and syntactic description. Complex constructions. Cambridge: Cambridge University Press, 1985, vol, II, p.52-150.
THOMPSON, Sandra A.; LONGACRE, Robert. E. Adverbial clauses. In: SHOPEN, Thomas. (ed). Language typology and syntactic description. Cambridge: Cambridge University Press. 1985, v. 2, p. 171-234.
Publicado
2020-12-15
Como Citar
PEREIRA, A. A. ASPECTOS MORFOSSINTÁTICOS DAS ORAÇÕES SUBORDINADAS EM ASURINI DO XINGU. Communitas, v. 4, n. 8, p. 335-344, 15 dez. 2020.