O ENSINO DE AURICULOTERAPIA PARA ESTUDANTES DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE

Palavras-chave: Auriculoterapia; Educação Médica; Estudantes de Medicina.

Resumo

A auriculoterapia é uma técnica milenar da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), que segue os princípios da acupuntura chinesa. É uma prática capaz de realizar o diagnóstico, prevenção e tratamento de doenças físicas, mentais e de ordem emocional através do exame do pavilhão auricular. O tratamento ocorre através da estimulação de pontos auriculares, resultando no estímulo da área correspondente do corpo pelo cérebro. O estudo é um relato de experiência, que possui como objetivo descrever e discutir a experiência que foi implementar o ensino de auriculoterapia para os alunos de Medicina participantes da Liga Acadêmica de Práticas Integrativas e Tradicionais em Saúde - LAPITS da Universidade Federal do Acre, durante o período de fevereiro a dezembro de 2019. Para os estudantes de medicina, a auriculoterapia foi de grande valia e só acrescentou benefícios na vida acadêmica e profissional desses futuros profissionais médicos.

Referências

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Manual de implantação de serviços de práticas integrativas e complementares no SUS. Brasília, DF, 2018. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2020.



BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Política nacional de práticas integrativas e complementares no SUS: atitude de ampliação de acesso. 2. ed. Brasília, DF, 2015. Disponível em: . Acesso em: 26 ago. 2020.



BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria Nº 971, de 03 de maio de 2006. Aprova a Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) no Sistema Único de Saúde. 2006. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2020.



DOMINGO, S. J. J.; ALENCASTRO, L. H. Auriculoterapia. Trabalho de Conclusão do Curso de Especialização em Educação do Campo da Universidade Federal do Paraná. Matinhos, 2011. Disponível em: . Acesso em: 26 ago. 2020.



FANG, J. et al. Transcutaneous Vagus Nerve Stimulation Modulates Default Mode Network in Major Depressive Disorder. Biological psychiatry. v. 79, n. 4, p. 266-273, fev. 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 ago. 2020.



FARIAS, F. T. P.; SILVA, T. C. G. Módulo II: auriculoterapia segundo a reflexologia. In: Formação em Auriculoterapia para profissionais de saúde da Atenção Básica. Universidade Federal de Santa Caratarina, 2016.



GOMES, G. R. A. Auriculoterapia chinesa, a arte de cuidar. Trabalho de Conclusão de Curso de Formação em Acupuntura. Escola Brasileira de Medicina Chinesa, São Paulo, 2016. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2020.



GUIMARÃES, S. B. et al. Introduzindo a acupuntura para estudantes de medicina alopática: um estudo de suas atitudes e crenças. Cadernos de Naturologia e terapias complementares, v. 2, n. 2, p. 44-50, 2013. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2020.


IORIO, R. C.; ALVARENGA, A. T.; YAMAMURA, Y. Acupuntura no currículo médico: visão de estudantes de graduação em medicina. Revista Brasileira em Educação Médica, Rio de Janeiro, v. 28, n. 3, p. 223-233, 2004. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2020.



KÜLKAMP, I. C. et al. Aceitação de Práticas Não-Convencionais em Saúde por Estudantes de Medicina da Universidade do Sul de Santa Catarina. Revista Brasileira de Educação Médica, v. 31, n.3, p. 229-235, 2007. Disponível em: . Acesso em: 05 set. 2020.



LANDGREN, K. Ear acupuncture: a practical guide. Philadelphia (US); Churchill Livingstone; 2008.



LUZ, M. T. Cultura Contemporânea e Medicinas Alternativas: Novos Paradigmas em Saúde no Fim do Século XXI. PHYSIS: Revista de Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, 15 (Suplemento), p. 145-176, 2005. Disponível em . Acesso em: 26 ago. 2020.



MACIOCIA, G. Os Fundamentos da Medicina Chinesa: Um Texto Abrangente para Acupunturistas e Fitoterapeutas. 2 ed. São Paulo: Roca, 2007.



MORÉ, A. O. O; TEIXEIRA, J. E. M.; MARTINS, D. F. Módulo IV: auriculoterapia segundo a biomedicina. In: Formação em Auriculoterapia para profissionais de saúde da Atenção Básica. Universidade Federal de Santa Catarina, 2016.



OLESON, T. D. Bases neurofisiológicas da acupuntura auricular. In: Stux G, HammerschlAg R, eds. Acupuntura Clínica - Bases Científicas. São Paulo: Manole. 2005. Apostila.



OTANI, M. A. P.; BARROS, N. F. A Medicina Integrativa e a construção de um novo modelo na saúde. Ciência & Saúde Coletiva, v.16, n.3, p.1801-1811, 2011. Disponível em: . Acesso em: 06 set. 2020.


PISCHKE, L. Medicina Tradicional Chinesa e auriculoterapia: terapia eficaz de baixo custo. Trabalho de Conclusão de Curso de Pós Graduação em Medicina Tradicional Chinesa – Acupuntura. Escola Brasileira de Medicina Chinesa – EBRAMEC. São Paulo, 2010. Disponível em: . Acesso em: 29 ago. 2020.



REICKMANN, B. T. Auriculoterapia – Fundamentos de Acupuntura Auricular. Curitiba: Tecnodato, 2002.



SAFE, D. M. O. et al. Acupuntura no Ensino Médico da Universidade Federal Fluminense: desafios e perspectivas. Revista Brasileira de Educação Médica, n. 43, v.1, p. 3-12, 2019. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2020.


SOUZA, M. P. Tratado de Auriculoterapia. Brasília: Copyright, 2001.



TEIXEIRA, M. Z. Panorama mundial da educação médica em terapêuticas não convencionais (homeopatia e acupuntura). Revista de Homeopatia, v.80, p. 18-39, 2017. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2020.



TSAI, A. W. W.; HSING, W. T. Acupuntura na Faculdade de Medicina da USP. Editorial. Revista Médica, São Paulo, v. 92, n. 3, 2013. Disponível em: . Acesso em: 28 ago. 2020.



YAMAMURA, Y. Acupuntura Tradicional: a arte de inserir. 2. ed. São Paulo: Roca, 2001.
Publicado
2020-12-15
Como Citar
DA SILVA-NUNES, M.; BATISTA DANTAS, T. C.; DIB, G. G. O ENSINO DE AURICULOTERAPIA PARA ESTUDANTES DE MEDICINA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE. Communitas, v. 4, n. 8, p. 285-293, 15 dez. 2020.