O TRAÇO NEOBARROCO DE MANA BERNARDES

  • Anna Viana Salviato Universidade Federal de Santa Catarina
Palavras-chave: poesia sonora, neobarroco, materialidade, Mana Bernardes

Resumo

O presente artigo propõe uma leitura neobarroca dos poemas sonoros da poeta, designer, joalheira e artista visual Mana Bernardes. Atualmente em plena atividade, sua produção tanto plástica quanto poética é marcada pelo apelo à materialidade. Em suas leituras de poemas e em suas performances, a proposta artística de Mana Bernardes se aprofunda a ponto mesmo de exaurir também a concretude da matéria orgânica. O próprio corpo de Mana Bernardes é parte do signo poético e se veste de palavras ao mesmo tempo em que as lê. Na obra da artista reside o oxímoro de matriz barroca na medida em que o que se apresenta para o público é o jogo entre uma arte pensada por e para a elite burguesa brasileira, mas constituída de elementos populares, tendo como foco a ordinariedade do material utilizado (seja nas palavras de sua poesia, seja nos objetos de suas esculturas).

Referências

ANTUNES, Arnaldo. Sem título. Disponível em: http://manabernardes.com/textos/manuscritos/. Acesso em: 10 set. 2019.
BERNARDES, Mana. Mana e manuscritos. Rio de Janeiro: Aeroplano, 2011.
CAMPOS, Haroldo de. Galáxias. São Paulo: Ex-Libris, 1984.
DELEUZE, Gilles. A dobra: Leibniz e o barroco. Trad. Luiz B. L. Orlandi. Campinas: Papirus, 2007.
HOLLANDA, Heloísa Buarque de. Sem título. Disponível em: http://manabernardes.com/textos/livro/. Acesso em: 10 set. 2019.
MALUF, Marcia. “O aspecto barroco das festas populares”. Revista Olhar, v.1, n. 5-6, jan-dez. 2001, pp. 1-6.
SARDUY, Severo. O Barroco e o Neobarroco. In: César Fernandez Moreno (Org.). América Latina em sua Literatura. Trad. Luiz João Gaio. São Paulo: Perspectiva, 1979, pp. 160-178.
SCHØLLHAMMER, Karl Erik. Além do visível: o olhar da literatura. Rio de Janeiro: 7Letras, 2007.
TOK&STOK. Site da Tok&Stok. Disponível em: https://www.tokstok.com.br/. Acesso em: 12 set. 2019.
VAINFAS, Ronaldo. “Moralidades brasílicas: deleites sexuais e linguagem erótica na sociedade escravista”. In: Laura de Mello e Souza (Org.). História da vida privada no Brasil: cotidiano e vida privada na América portuguesa. São Paulo: Companhia das Letras, 1997, n.p.
WISNIK, José Miguel. “Prefácio”. In: Gregório de Matos. Poemas escolhidos. São Paulo: Companhia das Letras, 2010, pp. 17-37.
Publicado
2020-12-15
Como Citar
VIANA SALVIATO, A. O TRAÇO NEOBARROCO DE MANA BERNARDES. Communitas, v. 4, n. 8, p. 22-37, 15 dez. 2020.