A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS SOB A PERSPECTIVA EMANCIPATÓRIA E LIBERTÁRIA DE FREIRE

Autores

Palavras-chave:

educação de jovens e adultos; educação emancipadora; pedagogia freireana.

Resumo

O artigo trata de um estudo teórico sobre a Educação de Jovens e Adultos sob a perspectiva de uma educação libertária enquanto direito social, assim como discute alguns fundamentos entre o contexto da EJA e a pedagogia freireana frente aos valores e desafios que se apresentam no currículo cotidiano escolar da referida modalidade educacional. 

Assim, refletimos sobre as ideias de Freire que sustentam a EJA como concepção educacional fundamentada numa educação popular e libertadora. Destarte, buscamos evidenciar a forte contribuição da pedagogia freireana na implementação da modalidade educacional EJA e seu fundamento critico, emancipador e transformador, comprometida com a humanização por via de um processo de ensino e aprendizagem significativo.

Portanto, no processo analítico do contexto histórico propagado sobre o modelo educacional enraizado nas escolas de EJA, conclui-se a necessidade de constantes debates em prol de transformações educacionais para a implementação de uma educação condizente com a materialidade da educação libertaria e transformadora.

Referências

BRASIL. Lei no 5.692, de 11 de agosto de 1971. Fixa diretrizes e bases para o ensino de 1o e 2o graus, e dá outras providências. Brasília: DOU.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil, de 05 de outubro de 1988. Brasília: Senado Federal/ Secretaria Especial de Editoração e Publicações.

BRASIL. Lei nº. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 23 dez. 1996.

BEISIEGEL, C. de R. Estado e educação popular. São Paulo. Pioneira, 2005.

CONSELHO FEDERAL DE EDUCAÇÃO. Parecer nº. 699, de 28 de julho de 1972. Ensino supletivo Brasília, DF, 1972.

CURY, C. R. J. Políticas inclusivas e compensatórias na Educação Básica. Cadernos de Pesquisa, v. 35, n. 124, p. 11-32, jan.-abr. 2005.

FREIRE, Paulo. O Homem e Sua Experiência/Alfabetização e Conscientização. In: FREIRE, Paulo. Conscientização: teoria e prática da libertação: uma introdução ao pensamento de Paulo Freire. São Paulo: Cortez & Moraes, 1980, p. 13-50.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: Saberes Necessários à Prática Educativa. 30. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

FREIRE, Paulo. Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997

FREIRE, Paulo. A EDUCAÇÃO é um ato político. Cadernos de Ciência, Brasília, n. 24, p.21-22, jul. /ago. /set.07/1991.

GADOTTI, M. ROMÃO, J. E. Educação de jovens e adultos: teoria prática e proposta. 8. ed. São Paulo: Cortez, 2006.

GALVÃO, A. M. de O.; SOARES, L. J. G. História da Alfabetização de Adultos no Brasil. In: E. B. C. de L. Albuquerque, E. B. C. de L.; FERRAZ, T. Alfabetização de Jovens e Adultos: em uma perspectiva de letramento. Belo Horizonte: Autêntica, 2004, p. 27-58.

HADDAD, S. DI PIETRO, M. C. Escolarização de jovens e adultos. Revista Brasileira de Educação, n. 14, p. 108-130, mai.-ago. 2000.

LIMA, J. R. P., BARRETO, S. I. de O. Exigências e interfaces da inserção juvenil na Educação de Jovens e Adultos. Revista Educação e Ciências Sociais. v.3, n.5, p. 99-119, dez. 2020.

PAIVA, V. P. História da educação popular no Brasil: educação popular e educação de adultos. 6. ed. São Paulo: Edições Loyola, 2003.

SAVIANI, D. História das ideias pedagógicas no Brasil. Campinas, SP: Autores Associados, 2007.

SILVA, A. de J. da et al. Educadores de jovens trabalhadores que estudam: aprendendo a ensinar. In: Diálogos com a juventude presentes na EJA. Analice da Silva (Org.) Belo Horizonte: Mazza Edições, 2014.

SOARES, L. J. G. Educação de jovens e adultos. Rio de Janeiro: DP & A, 2002.

Downloads

Publicado

2021-09-29

Como Citar

PEREIRA LIMA, J. R.; DE OLIVEIRA BARRETO, S. I.; DA CUNHA GÓES, C. A EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS SOB A PERSPECTIVA EMANCIPATÓRIA E LIBERTÁRIA DE FREIRE. Communitas, [S. l.], v. 5, n. 11, p. 385–396, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufac.br/index.php/COMMUNITAS/article/view/5301. Acesso em: 3 dez. 2021.

Edição

Seção

Demanda Contínua