O DESENVOLVIMENTO DE CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA EM PORTUGUÊS LÍNGUA ADICIONAL/ESTRANGEIRA: PROPOSTA DE TAREFAS INTEGRADAS PARA OS NÍVEIS A1 E A2 DO QUADRO EUROPEU COMUM DE REFERÊNCIA PARA AS LÍNGUAS NO CONTEXTO DO PROGRAMA IDIOMAS SEM FRONTEIRAS

Resumo

Em pelo menos três módulos do IsF - Português para Estrangeiros especificamente voltados para interações nos espaços universitários, há a previsão de produção e compreensão de textos orais. No presente artigo, discute-se a proposta de três tarefas integradas, duas para turmas de nível A1 e uma para estudantes de nível A2. Nessas tarefas, no ciclo de foco na forma, busca-se trabalhar mais intensamente com o desenvolvimento de consciência fonológica, como constelação de habilidades metacognitivas para a compreensão, manipulação e produção de elementos fonético-fonológicos. As tarefas ora propostas foram desenvolvidas a partir da abordagem orientada para a ação (WILLIS, 1996; PUREN, 2006; ELLIS, 2009) e estão contextualizadas nos planos dos seguintes cursos do IsF - Português para Estrangeiros: “Produção oral: interações acadêmicas”, “Português para Estrangeiros em ambiente universitário” e “Acolhimento em Português Brasileiro: conhecendo os espaços da universidade”. 

Biografia do Autor

Luciana Pilatti Telles, FURG

Luciana Pilatti Telles é licenciada em Letras - Português e Italiano e respectivas literaturas - pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2000). Nessa mesma universidade, cursou Mestrado (2003) e Doutorado (2011) em Estudos da Linguagem - Teoria e Análise Linguística. Tem experiência nas áreas de Língua Portuguesa, Língua Italiana e Linguística. Atuou como professora substituta de Linguística (de 2003 a 2005) e de Língua Portuguesa (de 2012 a 2013), junto à UFRGS, e como professora de Linguística e de Fonética e Fonologia junto à FACCAT. Foi professora de italiano dos cursos de Extensão da FACCAT e do Nele- UFRGS e dos cursos de língua e cultura italiana da ACIRS, instituição na qual também foi membro da Comissão Permanente de Ensino. Atuou também na Educação Fundamental, junto a escolas da Rede Municipal de Ensino de Porto Alegre, como professora de italiano. É Professora Adjunta na Universidade Federal do Rio Grande (FURG), onde atua como docente de Linguística e Língua Portuguesa e, de agosto de 2014 a dezembro de 2016, atuou como coordenadora dos cursos de Letras - Português e Línguas Estrangeiras. Também na FURG, desde 2015, coordena a oferta de cursos de português como língua estrangeira na extensão e foi representante, na FURG, do Português Língua Estrangeira no Programa Idiomas sem Fronteiras (2015 a 2019). De setembro de 2018 a dezembro de 2019, coordenou o programa de extensão 'Centro de Ensino de Línguas Estrangeiras', com oferta de cursos de línguas estrangeiras no Campus Carreiros da Universidade Federal do Rio Grande.

Luciene Bassols Brisolara, Universidade Federal do Rio Grande

Possui graduação em Letras Habilitação Português, Espanhol e Res. Lit. pela Universidade Católica de Pelotas (2001), mestrado em Letras - Lingüística Aplicada pela Universidade Católica de Pelotas (2004) e doutorado em Linguística e Letras (Conceito CAPES 6) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (2008). Atualmente é professor associado I da Universidade Federal do Rio Grande, atuando no PPGLetras (Estudos da Linguagem). Tem experiência na área de Lingüística, com ênfase em Fonologia e Sociolinguística Variacionista, atuando principalmente nos seguintes temas: ensino de espanhol, aquisição de L2, variação lingüística e teoria fonológica.

Publicado
2019-12-31
Como Citar
Pilatti Telles, L., & Bassols Brisolara, L. (2019). O DESENVOLVIMENTO DE CONSCIÊNCIA FONOLÓGICA EM PORTUGUÊS LÍNGUA ADICIONAL/ESTRANGEIRA: PROPOSTA DE TAREFAS INTEGRADAS PARA OS NÍVEIS A1 E A2 DO QUADRO EUROPEU COMUM DE REFERÊNCIA PARA AS LÍNGUAS NO CONTEXTO DO PROGRAMA IDIOMAS SEM FRONTEIRAS. MUIRAQUITÃ - REVISTA DE LETRAS E HUMANIDADES, 7(2). https://doi.org/10.29327/212070.7.2-12
Seção
DOSSIÊ