DIÁLOGOS COM CURSISTAS DA LICENCIATURA DE HISTÓRIA DO PARFOR (CAMPUS FLORESTA/UFAC) QUE ATUARAM NA EDUCAÇÃO E ESTÃO FORA DA SALA DE AULA

Resumo

O artigo aqui exposto aborda as experiências e vivências dos cursistas da licenciatura em História, do Programa Nacional de Formação de Professores da Educação Básica (PARFOR) que estão em sala de aula e daqueles que estão fora. Centramos nossa atenção nos alunos de licenciatura em História do PARFOR, realizado no município de Cruzeiro do Sul, no Campos Floresta da Universidade Federal do Acre, no período de 2016 a 2020. Tendo como referencial metodológico José D’ Assunção Barros (2008), ao que se acrescentam outros autores que aprofundaram o olhar sobre o projeto. Nosso intuito com o artigo foi registrar os relatos de vivencias e experiências dos licenciandos, tomando como foco a exposição de pontos positivos e aspectos negativos no desenvolvimento do programa, de modo a auxiliar o aperfeiçoamento e manutenção do PARFOR para turmas futuras. A metodologia se deu pela elaboração de instrumento de pesquisa quantitativa, em formato de questionário e entrevistas, em que se buscou traçar um perfil socioeconômico, profissional e de experiências\vivências, agregando considerações e apontamentos dos graduandos, cujos dados tabulados resultaram do presente texto.

PALAVRAS-CHAVE: PARFOR; Vivências; Cursistas que estão fora de sala de aula.

 

Publicado
2020-05-20