A MÚSICA COMO FORMA DE RESISTÊNCIA CONTRA O SILÊNCIO IMPOSTO PELOS OPRESSORES

  • Beatriz Oliveira da Costa Universidade Federal do Acre (Ufac)
  • Émile Consuela da Silva Universidade Federal do Acre (Ufac)
  • Karolaine da Silva Oliveira Universidade Federal do Acre (Ufac)
  • Thais Albuquerque Figueiredo Universidade Federal do Acre (Ufac)

Resumo

O presente artigo “A música como forma de resistência contra o silêncio imposto pelos opressores”, busca abordar canções produzidas durante o período da ditadura civil militar de 1964 a 1984, trazendo algumas produções de Chico Buarque e demais cantores, como também a questão do “ser estudante e artista”, demonstrando os privilégios que estes possuíam por terem acessos às informações, mas sem deixar de ser apontados os perigos e crimes desumanos que estes sofreram. O texto foi produzido com embasamentos de leituras de autores como Leandro Karnal, Lilia M. Schuarcz, Heloisa M. Starling, Norberto Bobbio e outros artigos. Houve também um breve levantamento de conceitos sobre ditadura, repressão e resistência. A obra pretende informar aos seus leitores sobre este período da história do Brasil, estimular reflexão e um olhar crítico sobre as criações que serão citadas no decorrer do artigo.

PALAVRAS-CHAVE: Música; Artistas; Resistência.

Publicado
2019-12-30
Seção
ARTIGO