A música como forma de expressão e manifestação contra a ditadura Civil-Militar no Brasil

Autores

  • Cyndy Nathana Melo de Souza Universidade Federal do Acre
  • Uizenairian Rodrigues da Rocha Universidade Federal do Acre
  • Elcio Gomes Araújo Universidade Federal do Acre

Resumo

O presente artigo tem como objetivo analisar a importância da música, como forma de expressão e manifestação contra o período da Ditadura Civil-Militar, instaurada no Brasil durante os anos de 1964 a 1985. Apesar da censura, exílio, prisões, torturas e mortes, os artistas brasileiros se recusaram a ficar em silêncio e usaram a música como uma das principais ferramentas para combater a ideologia do sistema imposto. Mesmo que para isso tivessem que usar da criatividade e, através de códigos e metáforas, transmitir ao público suas ideias e opiniões. Este trabalho utiliza músicas escritas por cantores da época como Chico Buarque, Gilberto Gil, Caetano Veloso e outros, com o intuito de fazer uma análise referente às mensagens “secretas” presentes em suas obras. Nosso referencial teórico inclui os escritos de Goulart (2013), Ferrari (2009), Garcia (1982), entre outros autores que possuem como objeto de estudo as músicas como forma de expressão e manifestação contra a ditadura militar no Brasil.

PALAVRAS-CHAVE: Música; Ditadura; Brasil.

Biografia do Autor

Cyndy Nathana Melo de Souza, Universidade Federal do Acre

Licencianda em História pela Universidade Federal do Acre (UFAC)

Uizenairian Rodrigues da Rocha, Universidade Federal do Acre

Licencianda em História pela Universidade Federal do Acre (UFAC).

Elcio Gomes Araújo, Universidade Federal do Acre

Licenciando em História pela Universidade Federal do Acre (UFAC).

Referências

FISCHER, Ernst. A Necessidade da Arte. Rio de Janeiro: Zahar, 1983

MÚSICA enquanto manifestação cultural e sua relação com o sagrado. p. 79-98, PUC-RJ.

GARCIA, N. O Estado Novo: Ideologia e Propaganda Política. São Paulo: Edições Loyola, 1982.

CAROCHA, Maika Lois. A Censura Musical durante o regime militar (1964-1985). Curitiba, n. 44, p. 189-211: UFPR 2006.

Série “Correspondência oficial”, Subsérie “Informações sigilosas”, ofício n. 393/68, de 16 de outubro de 1968. Caixa 4.

WERNECK, Humberto. Chico Buarque: letra e música. São Paulo: Companhia das Letras, 1989. v. 1. p. 137 et seq.

Informação da DCDP de 10 de julho de 1980. Série “Correspondência oficial”, subsérie “Informações sigilosas”. Caixa 1.

FERRARI, Julio César; PEREIRA, Rafael Caluz. A INFLUÊNCIA MUSICAL

DURANTE A DITADURA MILITAR Uma analogia musical nas transformações sociais. São Paulo: UNISALESIANO, 2009.

GOULART, Ana Paula; et al. Tropicália: a contracultura na Música Popular

Brasileira. In: 9º Encontro Nacional de História da Mídia UFOP. Minas Gerais: 2013, p. 1-13.

VELOSO, Caetano. Verdade Tropical. São Paulo: Companhia de Bolso, 2012.

Marcello, Carolina. 17 Músicas famosas sobre a ditadura militar no Brasil. Disponível em: https://www.culturagenial.com/musicas-famosas-ditadura-militar-brasileira/. Acesso em: 11 maio. 2019.

Downloads

Publicado

2021-06-19

Como Citar

Nathana Melo de Souza, C., Rodrigues da Rocha, U. ., & Gomes Araújo, E. (2021). A música como forma de expressão e manifestação contra a ditadura Civil-Militar no Brasil . Das Amazônias, 4(1), 26–35. Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/amazonicas/article/view/2721