DITADURA, AUTORITARISMO E RESISTÊNCIAS

ANÁLISES SOBRE OS ANOS DE CHUMBO NO BRASIL 1964 – 1975

  • Ezir Leite de Moura Júnior Universidade Federal do Acre

Resumo

Este artigo pretende abordar a ditadura e seus efeitos na sociedade brasileira, a partir dos anos 1960. Os objetivos específicos se expressam nos dois tópicos que compõem o estudo. No primeiro abordamos uma breve genealogia do Golpe de 1964. No segundo, pontuamos sobre a temática “1964 – 1975: Atos Institucionais: Abordagens sobre o Constitucionalismo, e a Violação dos Direito Humanos no Brasil Ditatorial”. A metodologia usada perpassa por análises sobre as abordagens aqui expostas e foram discutidas a partir de autores como: Barros (1992), Valle (2014) e Motta, (2012), entre outros. Portanto, para fundamentar as problematizações aqui levantadas usaremos alguns jornais da época e relatórios oficiais da pós-ditadura, como o relatório da Comissão da Verdade. Os resultados alcançados mostram uma ditadura sangrenta e maquiavélica instalada a partir de um golpe de estado no Brasil. A importância desse estudo circula em apresentar como nosso sistema de democracia é frágil e as mortes durante a ditadura nos fazem lembrar em zelar e cuidar da democracia e dos direitos humanos.

 

PALAVRAS-CHAVE: Autoritarismo; Resistências; Ditadura; Mortos; Desaparecidos

Publicado
2019-11-13
Seção
ARTIGO