(DÓ)R, (RÉ)SISTÊNCIA E (MI)ÚSICA

IDEOLOGIA PRESENTE NA MÚSICA POPULAR BRASILEIRA DURANTE A DITADURA CIVIL-MILITAR DE 1964 A 1985

Resumo

Este artigo propõe analisar o discurso presente em algumas músicas que compõem a MPB e a ideologia presente nas letras e a relação com período histórico da Ditadura civil-militar de 1964 a 1985. Salientando o ufanismo propagado pelo governo militar por meio de canções colaboracionistas e de protesto que caracterizavam a contestação ao momento político da época. A partir disso, perceber através dos conceitos de discurso e ideologia (John B. Thompson), na configuração de discurso ideológico, qual a forma simbólica criada pelas músicas tanto para sustentação governista como de resistência ao governo. Do ponto de vista metodológico, será feita uma pesquisa bibliográfica qualitativa em artigos científicos e algumas obras da historiografia brasileira, uma breve história do Brasil (2010), de Mary del Priore e Renato Venâncio e História do Brasil (2006), de Boris Fausto.

 

PALAVRAS-CHAVE: Música; Ideologia; Discurso; Resistência. 

Publicado
2019-11-13
Seção
ARTIGO