“EU SOU MULHER”

A LUTA DAS MULHERES NA DITADURA CIVIL MILITAR NO BRASIL DURANTE A SEGUNDA METADE DO XX

  • Laura Andressa Carvalho Madeira Universidade Federal do Acre
  • Syndley Jorrany Conceição de Oliveira Universidade Federal do Acre

Resumo

O propósito do artigo é relembrar a resistência feminina durante a ditadura civil militar no período de 1964 a 1985, buscando agregar todo contexto para os dias atuais, onde ainda existe a luta por igualdade e quebra de estereótipos impostos á décadas. A luta das mulheres foi um marco histórico no golpe de 64 tendo suma importância no desenrolar da militância, o qual seria responsável por descentralizar um sistema opressor e ditatorial. O movimento feminino vem se fortalecendo e a memória de um conflito nas ruas e um combate composto por gritos de manifestações tem de ser rememorada com o intuito de que as lutas possam sempre ser por resistência feminina.

 

PALAVRAS-CHAVE: Mulheres militantes; Ditadura Militar; Gênero; Violência

Publicado
2019-11-13
Seção
ARTIGO