Silenciamentos, formação e artes cênicas: o esvaziamento da experiência

  • Vanessa Nogueira de Oliveira Universidade Federal do Acre
Palavras-chave: Corpo, Trajetória., Memória., Silenciamentos

Resumo

A partir de memórias narradas e gesticuladas, em constante dialogo com as experiências vivenciadas durante o ato formativo, com este artigo procura-se deixar em evidencia processos de silenciamentos vivenciados em certos modelos e práticas formativas no âmbito do Curso de Artes Cênicas: Teatro da Universidade Federal do Acre. Tendo como referência os Estudos Culturais, dialoga-se com falas marcadas por constantes tensões entre alunos e professores, evidenciadas a partir das relações hierarquizantes dentro da sala de aula. No trânsito e encontro de diferentes trajetórias ganha evidência o quanto a escola e, nesse caso, a universidade exercem um papel crucial na transformação das memórias e subjetividades humanas, interditando corpos em contextos nos quais a experiência é inferiorizada em detrimento da teoria que deve ser incorporada até o término do curso.

Referências

ARAÚJO, Diana de. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 8 jul. 2013. (Diana de Araújo Barbosa)

ARENDT, H. A condição humana. Tradução de Roberto Raposo. 11 ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

BARTHES, R. O óbvio e o obtuso: ensaios críticos III. Tradução de Léa Novaes. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1990.

BENJAMIN, W. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura história da cultura. Tradução Sérgio Paulo Rouanet. 7 ed. São Paulo: Brasiliense, 1994.

CABEÇA, Camila. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 18 jul. 2013. (Camila Cristina Cabeça de Souza Lima)

CARDIM, L. N. Corpo. São Paulo: Globo, 2009.

CASTORIADIS, C. A instituição imaginária da sociedade. Tradução de Guy Reynaud. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1982.

CASTRO, Elton. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 10 jul. 2013. (Elton Castro da Silva)

CAVALCANTE, Félix. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 16 jul. 2013. (Félix Cavalcante da Silva)

CERTEAU, M. A cultura no plural. Tradução de Enid Abreu Dobránszky. Campinas, SP: Papirus, 1995.

CERTEAU, M. A invenção do cotidiano: artes de fazer. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. 17 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2011.

COSTA, Jobson. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 9 jul. 2013. (Jobson Costa de Souza)

FOUCAULT, M. Vigiar e punir: nascimento da prisão. Tradução de Raquel Ramalhete. Petrópolis: Vozes, 1987.

FRAZÃO, Valter. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 8 jul. 2013. (Valter Frazão da Silva)

GLISSANT, E. Introdução a uma poética de diversidade. Tradução de Enilce Albergaria Rocha. Juiz de Fora, MG: Editora da UFJF, 2005.

GOMES, Andrea. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 8 jul. 2013. (Andrea Gomes do Nascimento)

HALL, S. Da diáspora: identidades e mediações culturais. Tradução de Adelaine La Guardia Resende e outros. Belo Horizonte: Editora da UFMG, 2003.

KOTHE, F. R. Ensaios de semiótica da cultura. Brasília: Ed. Universidade de Brasília, 2011.

MUNIZ, Keyssânia Silva. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 7 fev. 2014.

NIETZSCHE, F. W. Além do bem e do mal ou Prelúdio de uma filosofia do futuro. Tradução de Márcio Pugliesi. São Paulo: Hemus, 1977.

ORLANDI, E. P. As formas do silêncio: no movimento dos sentidos. Campinas, SP: Editora da Unicamp, 2007.

PORTELLI, A. A filosofia e os fatos: narração, interpretação e significado nas memórias e nas fontes orais. Revista Tempo, Rio de Janeiro, v. 1, n. 2, 1996, p. 59-72.

PORTELLI, A. Forma e significado na história oral: a pesquisa como experimento em igualdade. Revista Projeto História, São Paulo, n. 14, fev. 1997.

PORTELLI, A. Memória e diálogo: desafios da história para a ideologia do século XXI. In: ALBERTI, V.; FERNANDES, T. M.; FERREIRA, M. M. História oral: desafios para o século XXI. Rio de Janeiro: Ed. Fiocruz, 2000.

PORTELLI, A. Tentando aprender um pouquinho: algumas reflexões sobre a ética na história oral. Revista Projeto História, São Paulo, n. 15, abr. 1997.

RANCIERE, J. O espectador emancipado. Tradução de Ivone C. Benedetti. São Paulo: Editora WMF Martins Fontes, 2012.

SALDANHA, Alan da Silva. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 10 jul. 2013.

SILVA, Maria Francisca Paula da. Entrevista concedida a Vanessa Nogueira de Oliveira. Rio Branco, 23 out. 2013.

WILLIAMS, R. Cultura e sociedade: 1780-1950. Tradução de Leônidas H. B. Hegenberg e outros. São Paulo: Companhia Editora Nacional, 1969.

Publicado
2016-06-30
Como Citar
Oliveira, V. N. de. (2016). Silenciamentos, formação e artes cênicas: o esvaziamento da experiência. Muiraquitã: Revista De Letras E Humanidades, 4(1). https://doi.org/10.29327/216341.4.1-7
Seção
ARTIGOS