VAMOS FALAR SOBRE NOSSA CIDADE? UMA PROPOSTA DE SD PARA O ENSINO REMOTO COM AS NOVAS TECNOLOGIAS

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47418/uaquiri.vol3.n1.2021.5134

Palavras-chave:

Educação, Ensino de língua inglesa, Metodologias ativas

Resumo

Neste trabalho tratamos do ensino de língua inglesa dentro do contexto do Ensino Fundamental I, também conhecido como anos iniciais. Apresentamos uma proposta de Sequência Didática adaptada para a modalidade de ensino remoto, que é o que se encontra vigente atualmente. Para isso, percorremos o seguinte trajeto, mostraremos de que forma a língua inglesa está em processo de inserção nos anos iniciais e quais são as concepções teóricas que se encontram por trás desse processo. A partir desses elementos, delineamos algumas considerações, como por exemplo, as vantagens encontradas nessa modalidade, e quais foram as dificuldades enfrentadas.

Referências

BACICH, L.; MORAN, J. Aprender e ensinar com foco na educação híbrida. Revista Pátio, nº 25, junho, 2015, p. 45-47. Disponível em: http://www2.eca.usp.br/moran/wp-content/uploads/2015/07/hibrida.pdf Acesso em: 17 de setembro 2020.

BACICH, L., MORAN, J. (Orgs). Metodologias ativas para uma educação inovadora: uma abordagem teórico-prática. Porto Alegre, Penso, 2018.

MORAN, J. M. et al. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas: Papirus, 2013.

ROCHA, C. H. Propostas para o inglês no ensino fundamental público: plurilinguismo , transculturalidade e multiletramento. Tese (doutorado em Linguistica Aplicada). Instituto de Estudos da Linguagem. Universidade Estadual de Campinas. Campinas, 2010.

VOLÓCHINOV, V. Marxismo e filosofia da linguagem – problemas fundamentais do método sociológico na ciência da linguagem. Tradução Sheila Grillo e Ekaterina Vólkova Américo. São Paulo: Editora 34, 2017.

Downloads

Publicado

2021-07-30