OS SABERES DOCENTES E O ESTUDO DO ESPAÇO LOCAL: UMA EXPERIÊNCIA COM ATLAS ESCOLARES MUNICIPAIS

  • Míriam Aparecida Bueno Professora Associada do Instituto de Estudos Socioambientais, da Universidade Federal de Goiás
Palavras-chave: ensino de geografia, lugar, saberes docentes, representação, Atlas Escolares

Resumo

O estudo do lugar faz parte dos conteúdos programáticos de Geografia, no Ensino Fundamental. O lugar emerge como importante categoria de análise da Geografia, e também de outras áreas ligadas a estudos sócio-ambientais. Para se estudar o espaço local, em âmbito municipal, existe uma carência por parte do professor no tocante a material curricular condizente e que ofereça documentos cartográficos para se trabalhar a representação espacial com os alunos. Visando suprir essa carência é que propostas de elaboração e uso de atlas escolares vêm se ampliando. O estudo do lugar permite recuperar, nas atividades escolares, algumas práticas como estudos do meio e recursos de representação gráfica, fazendo do lugar a instância na qual a cultura e a história tecem significados e produzem identidades.

Palavras-chave: ensino de geografia, lugar, saberes docentes, representação, Atlas Escolares

Referências

BARBIER, R. A pesquisa-ação. Brasília: Editora Plano, 2002. 159p.

PASSINI, Elza Yazuco. Alfabetização cartográfica e o livro didático: uma análise crítica. Belo Horizonte: Editora Lê, 1994. 94 p.

PINO, Angel. O conceito de mediação semiótica em Vygotsky e seu papel na explicação do psiquismo humano. Cadernos Cedes, Campinas, n.24, p.32-43, 2000.

SILVA, Míriam A. Bueno da. Atlas escolar municipal de Sena Madureira/AC: uma proposta regional de formação continuada de professores do Ensino Fundamental. CD Rom do Colóquio anual do grupo de trabalho “Cartografia para escolares no Brasil e no mundo”. Diamantina/MG, 2002.

________. A Cartografia e o ensino de Geografia na escola fundamental: um estudo de caso. Belo Horizonte: IGC-UFMG, 1998. (Dissertação de mestrado)

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis, RJ: Vozes, 2002.

________. Saberes, tempo e aprendizagem do trabalho no magistério. Revista Educação e Sociedade, ano XXI, n 73, Dezembro, 2000.
Publicado
2019-12-08