A ORGANIZAÇÃO DO ENSINO ESCOLAR VISANDO O DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO TEÓRICO

Palavras-chave: Psicologia Histórico-Cultural. Pensamento teórico. Ensino. Intencionalidade.

Resumo

Este artigo busca refletir sobre a organização do trabalho docente com os conteúdos escolares a fim de promover o desenvolvimento do pensamento teórico nos estudantes. Parte da necessidade de superar a base ainda prevalecente em grande medida no ensino escolar brasileiro, que tem como característica a formação do pensamento empírico, prático-utilitário, uma vez que os conceitos são trabalhados de modo superficial, reprodutivo, na observação de objetos e fenômenos. Planejar as ações pedagógicas visando o desenvolvimento do pensamento teórico encontra na Psicologia Histórico-Cultural referencial teórico que possibilita aos professores a organização intencional da prática pedagógica, baseada no conceito de atividade de ensino, tendo em conta o desenvolvimento integral dos educandos durante o processo de aprendizagem, promovendo a consciência não ingênua. Logo, esta pesquisa exploratória, de cunho bibliográfico, teórico-conceitual, aponta considerações a respeito da organização do trabalho pedagógico sob a compreensão histórico-cultural de desenvolvimento humano, o que exige do professor intencionalidade, atingida por meio de conhecimento teórico-metodológico consistente.

Biografia do Autor

Maria Silvia Rosa Santana, Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul

Docente do curso de Licenciatura em Pedagogia e do Programa de Mestrado em Educação da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul. Unidade Universitária de Paraníba.

Referências

ALVES, Piedade das Graças Brugnolli. Teoria Histórico-Cultural: contribuições para a organização do Ensino. Disponível em: < http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2183-8.pdf> Acesso em 07 dez. 2018.


ANTONIO, Rosa Maria. Teoria histórico-cultural e pedagogia histórico-crítica: o desafio do método dialético na didática. Maringá, PR: Secretaria de Estado da Educação, Superintendência da Educação, Programa de Desenvolvimento Educacional, 2008.

DAVYDOV, V. V. Problemas do ensino desenvolvimental: A experiência da pesquisa teórica e experimental na psicologia. Tradução José Carlos Libâneo e Raquel A. M. M. Freitas, de Problems of developmental Teaching – The experience of theoretical and experimental psychological research. Soviet Education, Ago. 1988, vol. XXX, nº. 8. Disponível em: Acesso em 25 mar. 2020.

GRACILIANO, Eliana Cláudia; MORAES, Silvia Pereira Gonzaga. Reflexões sobre o domínio do pensamento teórico na organização dos conteúdos escolares com base em Vasily Davydov. Contexto e Educação. Editora Unijuí. Ano 33. N 104. Abr. 2018. Disponível em: Acesso em 12 nov. 2019.

LEONTIEV, Aléxis. Uma contribuição à teoria de desenvolvimento da psique infantil. In: VIGOTSKII, L.S. et al. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. São Paulo, Ícone, 2010.

LONGAREZI, Andréa Maturano; FRANCO, Patrícia Lopes Jorge. A formação-desenvolvimento do pensamento teórico na perspectiva histórico-cultural da atividade no ensino de matemática. Revista Educativa - Revista de Educação, Goiânia, v. 19, n. 2, p. 526-561, fev. 2017. ISSN 1983-7771. Disponível em: < http://seer.pucgoias.edu.br/index.php/educativa/article/view/5406 > Acesso em 25 mar. 2020.

MARTINS, Lígia Martins. A formação social da personalidade o professor: um enfoque vigotskiano. 2 ed.; Campinas, SP: Autores Associados, 2015.

MARX, Karl. A ideologia alemã. 1999. Disponível em: Acesso em: 10 nov. 2019.

MORETTI, Vanessa Dias. Professores de matemática em atividade de ensino. Uma perspectiva histórico-cultural para a formação docente. 2007. Tese (Doutorado em Educação) - Faculdade de Educação, University of São Paulo, São Paulo, 2007.

MOURA, Manoel Oriosvaldo. A atividade de ensino como unidade formadora. Bolema, ano II, n.12, 1997, pp.29 a 43. Disponível em: <
http://www.periodicos.rc.biblioteca.unesp.br/index.php/bolema/issue/view/691> Acesso em: 02 jul. 2020.

MOURA, Manoel Oriosvaldo; ARAÚJO, Elaine Sampaio; MORETTI, Vanessa Dias; PANOSSIAN, Maria Lúcia; RIBEIRO, Flávia Dias. ATIVIDADE ORIENTADORA DE ENSINO: unidade entre ensino e aprendizagem. Revista Diálogo Educacional, vol. 10, núm. 29, abril, 2010, pp. 205-229. Disponível em: Acesso em: 10 nov. 2019.

MOURA, Manoel Oriosvaldo; ARAÚJO, Elaine Sampaio; MORETTI, Vanessa Dias; PANOSSIAN, Maria Lúcia; RIBEIRO, Flávia Dias. A atividade orientadora de ensino como unidade entre ensino e aprendizagem. In: MOURA, Manoel Oriosvaldo (org.). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. 2 ed. Campinas, SP: Autores associados, 2016. p.93-126.

OLIVEIRA, Cláudia da Cunha Monte.; SILVA, Eliane Campos da. Vygotsky e a Educação. Revista Pró-discente. Programa de Pós-Graduação em Educação, Vitória-ES, v.17, n.2, jul/dez.2001. Disponível em: Acesso em 06 nov. 2019.

PANOSSIAN, Maria Lucia. Manifestações do pensamento e da linguagem algébrica de estudantes: indicadores para a organização do ensino. 2008. Dissertação (Mestrado em Educação) - Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

RIGON, Algacir José.; ASBAHR, Flávia da Silva Ferreira.; MORETTI, Vanessa Dias. Sobre o processo de humanização. In: MOURA, Manoel Oriosvaldo (Org.). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. 2.ed. Campinas, SP: autores associados, 2016. p.15-50.

ROSA, Josélia Euzébio da.; MORAES, Silvia Pereira Gonzaga de.; CEDRO, Wellington Lima. As particularidades do pensamento Empírico e do Pensamento teórico na Organização do Ensino. In: MOURA, Manoel Oriosvaldo (Org.). A atividade pedagógica na teoria histórico-cultural. 2.ed. Campinas, SP: Autores Associados, 2016. p. 77- 92.

SANTANA, Maria Silvia Rosa. A categoria de atividade e o desenvolvimento do pensamento, segundo a abordagem histórico-cultural. Dissertação (Mestrado em Educação) – Faculdade de Filosofia e Ciências, Universidade Estadual Paulista, 2008.

SFORNI, Marta Sueli de Faria. Interação entre didática e teoria histórico-cultural. Educação e realidade, Porto Alegre, v. 40, n.2, p. 375-397, abr./jun. 2015. Disponível em < https://www.scielo.br/pdf/edreal/v40n2/2175-6236-edreal-45965.pdf> Acesso em 05 nov. 2019.

VIGOTSKI, L.; LURIA, A.; LEONTIEV, A. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 11° ed. São Paulo: ícone, 2010. (Coleção educação crítica).

YOUNG, MICHAEL. Para que servem as escolas? Educação e Sociedade, Campinas, vol.28, n. 101, p. 1.287 – 1.302, set/dez.2007. Disponível em < http://www.scielo.br/pdf/es/v28n101/a0228101.pdf> Acesso em: 05 nov. 2019.
Publicado
2020-12-15
Como Citar
SANTANA, M. S. R.; GOMES SOUTO, D. C. A ORGANIZAÇÃO DO ENSINO ESCOLAR VISANDO O DESENVOLVIMENTO DO PENSAMENTO TEÓRICO. Communitas, v. 4, n. 8, p. 407-420, 15 dez. 2020.