PROJETO DE COLONIZAÇÃO QUIXADÁ - BRASILÉIA/ ACRE: UM BREVE RELATO

  • Floripes Silva Rebouças Professora da Universidade Federal do Acre, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Professora do Programa de Pós-graduação em Geografia, Rio Branco, Acre, Brasil.
  • Lucilene Ferreira de Almeida
Palavras-chave: Projeto se acentamento

Resumo

O Projeto de Colonização Quixadá foi criado em 1981 pelo INCRA, dentro do programa de colonização oficial. Os Projetos de Colonização— PCs, visavam assentar não só a população local ruas também migrantes sem terras, expropriados do campo de outros estados do pais. O PC Quixadá está localizado nos municípios de Brasiléia e Assis Brasil, com 952 famílias assentadas, numa área de 76.447 ha.

Com mais de vinte anos de existência, o PC Quixadá está em fase de consolidação, isto é, na fase em que o INCRA está encerrando seus trabalhos para entrega do projeto à prefeitura. Segundo o técnico Elson Chaves Vieira, atualmente as ações do INCRA têm sido mais restritas à emissão dos títulos das terras aos proprietários, que faz-se necessário para a consolidação do projeto, além de alguns trabalhos em conjunto com a prefeitura de Brasiléia, como a abertura de ramais. As demais ações de apoio e acompanhamento aos produtores do projeto já foram passadas para a prefeitura.

Este trabalho de campo fez parte das atividades realizadas pelo grupo de pesquisa da Atividade 6 — Relações Campo-Floresta-Cidade: a produção social do espaço, urbanidade, ruralidade e desenvolvimento sustentável na Amazônia Acreana, do Programa de Desenvolvimento Sustentável — PROREDES, parceria da Universidade Federal do Acre — UFAC, com a Fundação Ford. Foi realizado no PC Quixadá do dia 14 a 26 de março de 2003.

Referências

sem referencia
Publicado
2019-12-08