PROJETO DE PAISAGISMOS NO IFAC - XAPURI: IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.47418/uaquiri.vol3.n2.2021.5074

Palavras-chave:

Paisagismo; Ensino-aprendizagem; Ciências; Relevância; Espaços Verdes.

Resumo

O êxodo rural e a urbanização têm conduzido a construções desordenadas e formação de ilhas de calor. Os antigos jardins, quintais e praças se transformaram em áreas maciças concretadas, levando a baixa qualidade de vida das populações. Nesse cenário o paisagismo é uma importante ferramenta para a reestruturação ecológica em ambientes, buscando a harmonia entre as construções e a natureza. O presente trabalho teve como objetivo descrever a implantação do projeto de paisagismo no IFAC - Campus Xapuri e analisar a percepção de discentes após a execução do projeto. Docentes e discentes do Campus Xapuri aplicaram o projeto de paisagismo em espaços ociosos do IFAC – Xapuri, de 2013 a 2017. O paisagismo foi trabalhado de maneira transdisciplinar e mostrou-se importante ferramenta de ensino aprendizagem, com a participação ativa de aproximadamente 800 discentes ao longo dos 5 anos de execução do projeto. Turmas que não participaram da execução do projeto foram convidadas a preencher questionário. A análise dos dados permitiu visualizar que alunos que já estavam na instituição possuem visão diferente dos recém ingressantes. A relevância do paisagismo nos aspectos estéticos, funcionais e de integração curricular foi consenso entre os discentes avaliados. Nesse estudo, foi possível observar a relevância da execução do projeto de paisagismo, o retorno positivo dos alunos e, que é imprescindível que projetos exitosos como esse tenham continuidade, tanto como ferramentas de ensino como para a manutenção dos espaços paisagísticos.

Referências

ALVES, Orlanda. Discutindo Paisagismo na Escola Estadual Tomaz Edison de A. Vieira – Artigo PDE, Maringá, 2009.

BARBOSA, A, M. et al. A Importância da educação ambiental na escola nas séries iniciais. Revista Faculdade Montes Belos. Setembro, 2011.

BELLÉ, S. Apostila de Paisagismo. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do rio grande do sul – campos Bento Gonçalves. Março 2013.

BURLE R, M. Entenda o que é paisagismo + 5 dicas sensacionais para usar em seu projeto. Viva Decora 2019. Disponível em: https://www.vivadecora.com.br/pro/paisagismo/o-que-e-paisagismo/

Gumy, G. A Percepção e a Importância das Áreas Verdes no Ambiente Escola. A Percepção e a Importância das Áreas Verdes no Ambiente Escola. Paraná, 2016.

IONDE, Patricia. Influência das áreas verdes na qualidade de vida urbana. Revista brasileira de Geografia Médica e saúde. Hygeia, 2014. 264-272.

NICOLAU, T, Q. Paisagismo. Revista Especialize. Julho, 2013.

RIBEIRO, P, L. CEZAR, P, M. A Influência das Áreas Verdes na Qualidade de Vida Urbana. Revista Brasileira de Geografia Médica e da Saúde. 2014

SANTOS, M, S. KICH, T, F. Paisagismo com Arte uma Solução para o Ambiente Escolar em Manaus. 2016.

TEIXEIRA, R, A. Formação Inicial e continuada Jardinagem. Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Paraná. 2012.

BARBOSA JÚNIOR, R. F.; SANTOS, M. J. A URBANIZAÇÃO DAS CIDADES. III Congresso Internacional de Ciência, Tecnologia e Desenvolvimento. UNIVERSIDADE DE TAUBATÉ. 20 a 22 de outubro de 2014.

OTTMANN, M. M. A.; FERRIANI, A. P.; BORSATTO, R.; CIDADE JUNIOR, H.; OLIVER, C. F.; FENIMAN, E. O paisagismo como uma atividade transdisciplinar fomentando a educação ambiental. 16° Congresso Brasileiro de Floricultura e Plantas Ornamentais / 3° Congresso Brasileiro de Cultura de Tecidos de Plantas / 1° Simpósio de Plantas Ornamentais Nativas. p. 1404. V. 13 (2007)

EVARISTO, A. V. F.; CAMILATO, L. Revitalização de jardim com técnicas de paisagismo sustentável. IV feira do conhecimento científico, tecnológico e cultural do caparaó. Ibatiba, ES. 18 e 19 de novembro de 2019.

SIQUEIRA, S. A. Paisagismo escolar, uma atitude consciente. Trabalho de Conclusão de Cursos - Universidade Estadual da Paraíba. 25 p. 2017.

GONZALEZ, M; CAMPOS, G. N.; LESSA, A.; TEIXEIRA, W. G. O ‘velho’ Jardim Botânico do Rio de Janeiro (1808-1858): hipóteses arqueológicas a partir da documentação do seu patrimônio cultural. V Seminário de Preservação de Patrimônio Arqueológico

BASSOLI, F. Practical activities and the teaching and learning of science(s): myths, trends and distortions. Ciênc. Educ., Bauru, v. 20, n. 3, p. 579-593, 2014

SANTOS, R. G. Arborização e jardinagem na escola municipal prefeito barrinhos, em Santa Maria da Boa Vista – PE. Especialização em Educação do Campo

PRONERA/INCRA. Juazeiro - BA. 2018

DOBBERT, L. Y.; BOCCALETTO, E. M. A. Paisagismo sustentável e preservação ambiental para melhoria da qualidade de vida na escola. Disponível em: <https://www.fef.unicamp.br/fef/sites/uploads/deafa/qvaf/estrategias_cap15.pdf>. Acesso em: 10 maio. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-22

Como Citar

Caetano Ferreira da Silva Ribeiro, F., Zambrano Lara, E. ., Adriano Macedo, C. ., Barbosa Galli, V. ., Carlos Assunção Silva , A. . ., & de A. Corrêa, J. (2021). PROJETO DE PAISAGISMOS NO IFAC - XAPURI: IMPLANTAÇÃO E AVALIAÇÃO COMO FERRAMENTA PEDAGÓGICA. UÁQUIRI - Revista Do Programa De Pós Graduação Em Geografia Da Universidade Federal Do Acre, 3(2). https://doi.org/10.47418/uaquiri.vol3.n2.2021.5074