POR QUE ENSURDECER A EDUCAÇÃO DE SURDOS?

  • Tiago Ribeiro Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES)
  • Ricardo de Souza Janoario Instituto Nacional de Educação de Surdos
Palavras-chave: Educação de surdos, interculturalidade, surdidade, práticas pedagógicas.

Resumo

O presente texto tece reflexões e ponderações acerca da educação de surdos, ensaiando a proposição de um “ensurdecimento” da pedagogia e das práticas pedagógicas com estudantes surdos que têm a ver com a afirmação de um próprio da experiência de ser surdo e de assim estar e habitar o mundo. Nesse movimento, o ensaio partilha duas cenas vividas no cotidiano escolar e, nessa direção, convida a (re)pensar a educação das pessoas surdas e suas práticas a partir da ideia de surdidade, interculturalidade e diferenças. Finalmente, defende a urgente necessidade de descolar a pedagogia do ouvido, no sentido de enxergar, reconhecer, legitimar e aprender com produções/ criações/ provocações que os próprios surdos nos fazem com suas vivências, trajetórias, biografias e saberes.

Biografia do Autor

Tiago Ribeiro, Instituto Nacional de Educação de Surdos (INES)
Doutor em Educação/ UNIRIO. Professor e Orientador do Serviço de Ensino Fundamental Noturno do Colégio de Aplicação do Instituto Nacional de Educação de Surdos (CAp/ INES). Cocoordenador do Grupo de Pesquisa ArteGestoAção/ INES e integrante do Espaço de Pesquisa e Ensino de Ciências Applicadas (EsPCie-A).
Ricardo de Souza Janoario, Instituto Nacional de Educação de Surdos
Doutor em Serviço Social. Professor Adjunto do Departamento de Ensino Superior do Instituto Nacional de Educação de Surdos. Coordenador do Grupo de Estudos sobre Racismo e Surdez (GERES).

Referências

BANKS, J. An introduction to multicultural education. 2. ed. Allyn and Bacon, 1999.

BARRAL, J.; PINTO-SILVA, F.; RUMJANEK, V. M. Vendo e aprendendo. In: LEBEDEFF, T. (org.). Letramento visual e surdez. Rio de Janeiro: WAK, 2017.

BARTOLOMÉ PINA, M. Diagnóstico a la escuela multicultural. Barcelona: CEDECS, 1997.

BOURDIEU, P. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In: NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A. (Org.). Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1998.

CAMPELLO, A. R S. Pedagogia Visual / Sinal na Educação dos Surdos. In: QUADROS, R. M.; PERLIN, G. (Orgs.). Estudos Surdos II. Petrópolis, RJ: Arara Azul, 2007.

CANDAU, Vera Maria Ferrão. Diferenças culturais, interculturalidade e educação em direitos humanos. Educação & Sociedade (Impresso), v. 33, p. 235-250, 2012.

CANEN, A. O Multiculturalismo e seus dilemas: implicações na educação. Comunicação e Política. Rio de Janeiro, v.25, n.2, p.91-107, 2007.

FOUCAULT, M. Vigiar e Punir. 27. Ed. Petrópolis: Vozes, 1987.

FREIRE, P. Pedagogia do Oprimido. 48ª Reimpressão. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 2005.

_______. Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa. São Paulo: Paz e Terra, 1996.

JANOARIO, R. S. (Org.). Diálogos Interculturais. Rio de Janeiro: Ayvu, 2018.

LADD, P. Em busca da surdidade 1: Colonização dos surdos. Lisboa: Surd’Universo, 2013.

MASSCHELEIN, J.; SIMONS, M. Em defesa da escola. Belo Horizonte: Autêntica, 2013.

McLAREN, P. Multiculturalismo crítico. São Paulo: Cortez, 1997.

_______. Multiculturalismo revolucionário: pedagogia do dissenso para o novo milênio. Porto Alegre: Artes Médicas, 2000.

PERLIN, G. Prefácio. In: QUADROS, R. M; PERLIN, G. (Orgs). Estudos Surdos II. Petrópolis: Editora Arara Azul, 2007.

QUADROS, R. M. de. O bi do bilinguismo na educação de surdos In: FERNANDES, E. (org.). Surdez e bilinguismo. Porto Alegre: Mediação, 2005.

RANCIÈRE, J. O mestre ignorante: cinco lições sobre a emancipação intelectual. 3ª ed. Belo Horizonte: Autêntica, 2011.

REIS, F. Professores surdos: identificação ou modelo?. In: QUADROS, R. M. Estudos Surdos II. (Org.). Petrópolis: Editora Arara Azul, 2007.

RIBEIRO, T. “Mas me pediu para escrever, não perguntou se eu sabia”: sobre escuta, atenção e pedagogia gestual. In: REIS, G.; FLORES, R. (Orgs.). Narrativas: Histórias da/na escola. Petrópolis: DP et Alli; Rio de Janeiro: ConPas; UFRJ, 2017.

SILVA, A. G.; LYRA, J.; VIGNOLI, L.; RIBEIRO, T. Conversa no silêncio? – sobre atenção, presença e escuta visual na educação de surdos, no prelo.

SKLIAR, C. A escuta das diferenças. Porto Alegre: Mediação, 2019.

_______. As diferenças e as pessoas surdas. Revista Forum, N. 35, jan-jun, 2017.

_______. Desobedecer a linguagem. Belo Horizonte: Autêntica, 2014.

_______. Surdez: um olhar sobre as diferenças. Porto Alegre: Mediação, 2010.

VALLA, V. V. A crise de interpretação é nossa: procurando compreender a fala das classes subalternas. In: 17ª REUNIÃO ANUAL DA ANPEd. Caxambu, 1994. Anais. Rio de Janeiro: ANPEd, 1994. CD-ROM.

VIGOTSKI, L. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 5ª ed. São Paulo: Martins Fontes, 1994.

Publicado
2019-06-17