<b>PIGMALIÃO E A SOCIOLINGUÍSTICA

  • Milton Chamarelli Filho Universidade Federal do Acre
Palavras-chave: Pigmalião, Sociolingüística, Educação, Sociedade

Resumo

Pretendemos analisar, neste artigo, alguns aspectos do drama Pigmalião, baseado na obra teatral do dramaturgo inglês Bernard Shaw, à luz dos conceitos da Sociolinguística. Partimos de observações que relacionam o mito ao drama, para chegarmos à compreensão do que seja uma educação linguística com base nos preceitos da teoria Sociolinguística.     

Biografia do Autor

Milton Chamarelli Filho, Universidade Federal do Acre
Possui graduação em Letras pela Universidade Veiga de Almeida (1990), especialização em Leitura e Produção de Textos (1995), pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, mestrado em Estudos Linguísticos pela Universidade Federal de Minas Gerais (1998) e doutorado em Comunicação e Semiótica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (2002). Atualmente é Professor Associado III da Universidade Federal do Acre, lecionando no curso de Jornalismo e na Pós-Graduação em Comunicação e Política. É membro da Associação Portuguesa de Linguística (APL). É parecerista da EDUFAC e atualmente é Conselheiro das Revistas Tropos (Curso de Jornalismo UFAC) e Anthesis (Curso de Letras - Cruzeiro do Sul - UFAC). É autor do Projeto de Extensão Mostra de Comunicação Visual, que está na sua 5ª edição. Tem experiência na área de Letras e Comunicação, com ênfase em Linguística, Letras e Artes, atuando principalmente nos seguintes temas: semiótica, análise do discurso, comunicação visual e linguística. É líder do Grupo de Pesquisa em Semiótica Peirceana, pesquisador dos grupo de pesquisa: Centro Internacional de Estudos Peirceanos (CIEP) e CELSA. É ensaísta e poeta.

Referências

BAGNO, Marcos. Dramática da língua portuguesa: tradição gramatical, mídia & exclusão social. São Paulo: Loyola, 2002.

BERNSTEIN, Basil. “Comunicação verbal, código e socialização”. In: COHN, Gabriel. Comunicação e indústria cultural. São Paulo: T. A. Queiroz, 1987.

BORDENAVE, Juan E. Díaz. O que é comunicação. São Paulo: Brasiliense, 1997.

BULFINCH, Thomas. O livro de ouro da mitologia: história de deuses e heróis. Rio de Janeiro: Ediouro, 1998.

CAGLIARI, Luiz. C. Alfabetização e linguística. São Paulo: Scipione, 1997.

LABOV, William. Sociolinguistic patterns. Philadelphia: University of Pennlsylvania Press, 1991.

LYONS, John. S. Introdução à linguística teórica. Trad. de Rosa Virgínia M. e Silva e Hélio Pimentel. São Paulo: Cia. Ed. Nacional, 1979.

MONTEIRO, José Lemos. Para compreender Labov. Petrópolis: Vozes, 2000.

PIGMALIÃO. Direção: Anthony Asquith e Leslie Howard. Produção: Gabriel Pascal. Roteiro: George Bernard Shaw. Intérpretes: Leslie Howard; Wendy Hiller; Wilfrid Lawson; Marie Lohr; Scott Sunderland. Continental Home Video, 1938. 1 filme (90 min).

SHAW, Bernard. Pigmalião. Trad. de F. de Mello Moser. Editorial Verbo.

Publicado
2019-12-13