DIP

O MECANISMO DE PROPAGAÇÃO DA UTOPIA VARGUISTA

Resumo

O presente artigo tem por objetivo discorrer sobre a atuação do Departamento de Imprensa e Propaganda (DIP), como mecanismo ideológico de legitimação e controle do Estado Novo. Bem como demonstrar o processo de consolidação da identidade nacional, através dos elementos culturais (samba, carnaval e capoeira), além de estabelecer o turismo como ferramenta de geração de lucro e propaganda. Este trabalho se constitui por meio de pesquisas bibliográficas em artigos e livros, tendo como referencial teórico as autoras Lilia M. Schwarcz e Heloisa M. Starling, como também Lira Neto, biógrafo de Vargas.

 

PALAVRAS-CHAVE: Getúlio Vargas; Estado Novo; Departamento de Imprensa e Propaganda; identidade nacional.

Publicado
2019-11-13
Seção
ARTIGO