A ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO ENSINO BÁSICO EM ESCOLAS PÚBLICAS DE TABATINGA-AM

Autores

  • Carla Tainara Ferreira dos Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Lisandra Vieira Rosas UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Alcinei Pereira Lopes UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Agno Nonato Serrão Acioli UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Renato Abreu Lima Doutorando em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Pertencente ao Laboratório de Pesquisa em Química de Produtos Naturais.

Resumo

A infância é um período que perpassa o crescimento da criança, do desenvolvimento psicológico a mudanças em seu corpo, tanto físico quanto na personalidade. Uma má alimentação, a posteriori, pode causar consequência no desenvolvimento físico, mental e consequentemente na aprendizagem. Com isso, a alimentação se torna um fator importante para a vida do ser humano e de grande relevância para as crianças e adolescentes. A merenda escolar coopera com este processo, pois supri 20 % das necessidades diárias dos alunos. Através deste ponto, propôs se analisar o cardápio oferecido na escola e se há o cumprimento das metas estabelecidas, propôs investigar também o índice de adesão alimentar nas escolas da rede estadual e municipal da rede pública de Tabatinga-AM por meio da aplicação dos métodos de Escala Hedônica Verbal, Escala Hedônica Facial e Resto Ingestão. Os resultados obtidos demonstraram uma diferença nos cardápios oferecidos aos alunos, na qual, proporcionam alimentos industrializados e parcialmente regionais, portanto, ressalta-se que não há o cumprimento das necessidades exigidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar e que os comensais passam a adquirir alimentos com valores nutricionais fora do recomendado pelo programa e que falta a parceria da escola em promover meios de inserir temas voltados para a educação alimentar tanto em sala de aula como no âmbito escolar como um todo.

Biografia do Autor

Carla Tainara Ferreira dos Santos, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Lisandra Vieira Rosas, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Docente do Curso de Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Alcinei Pereira Lopes, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Docente do Curso de Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Agno Nonato Serrão Acioli, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Docente do Curso de Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Renato Abreu Lima, Doutorando em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Pertencente ao Laboratório de Pesquisa em Química de Produtos Naturais.

Biólogo, Pós-Graduado em Gestão Ambiental, Mestre em Meio Ambiente e Doutorando em Biodiversidade e Biotecnologia pela UFAM.

Referências

FNDE, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Alimentação e Nutrição. 2016.

SANTOS, I.E. Manual de métodos e técnicas de pesquisa. 5.ed. - Niterói, RJ: Impetus, 2005.

CRESWELL, J.W. Projeto de pesquisa: método qualitativo, quantitativo e misto. 2ª ed. Porto Alegre: Artmed, 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 466 de 12 de dezembro de 2012. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/ resolucoes/2012/Reso466.pdf. Acesso em: 10 mar. 2016.

OLIVEIRA, D.A.G. Avaliação química, nutricional e sensorial de uma mistura à base de farinhas de arroz, banana e mandioca enriquecida com outras fontes proteicas. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos) – Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba, 1997.

MARCONI, M. A.; LAKATOS, E.M. Fundamentos de Metodologia Científica. 7.ed. – São Paulo: Atlas, 2009.

UNIFESP. Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar. Universidade Federal de São Paulo. Manual para aplicação dos testes de aceitabilidade no Programa Nacional de Alimentação Escolas – PNAE. Santos – SP, 2010.

TEIXEIRA, E. O. L. A merenda escolar e seus aspectos políticos, sociais e nutricionais. 2008, 69p. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização (Curso de Especialização em Educação Profissional Técnica de Nível Médio integrada ao Ensino Médio na Modalidade EJA). Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo. São Paulo, 2008.

ALCANTARA, A.O.R. Higiene, armazenamento e conservação de alimentos. Prefeitura de Belo Horizonte, 2010.

FNDE, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Resolução/CD/FNDE Nº 38, de 16 de Julho de 2009.

CHAVES, L.G.; BRITO, R.R. Políticas de Alimentação Escolar-Brasília: Centro de Educação a Distância (CEAD), Pro-funcionário, Curso Técnico de Formação para os Funcionários da Educação. Universidade de Brasília, 2006.

MAIHARA, V.A.; SILVA, M.G.; BALDINI, V.R.S.; MIGUEL, A.M.R.; FÁVARO, D.I.T. Avaliação Nutricional de Dietas de Trabalhadores em Relação a Proteínas, Lipídeos, Carboidratos, Fibras Alimentares e Vitaminas. Ciência e Tecnologia de Alimentos, v.26, n.3, p.672-677, 206.

ROSA, G. Excesso de proteína causa risco à saúde. 2016.

SILVA, M.M.D.C.; GREGÓRIO, E. Avaliação da composição nutricional dos cardápios da alimentação escolar das escolas da rede municipal de Taquaraçu de Minas-MG. Revista, Juiz de Fora, v.37, n.3, p.387-394, 2012.

MARTINS, R.C.B.; MEDEIROS, M.A.T.; RAGONHA, G.M.; OLBI, J.H.; SEGATTI, M.E.P.; OSELE, M.R. Aceitabilidade da alimentação escolar no ensino público fundamental. Saúde em Revista, v.6, n.13, p.71-78, 2004.

CONRADO, S. NOVELLO, D. Aceitação e análise nutricional de merenda escolar por alunos da rede municipal de ensino do município de Inácio Martins/PR. Revista Eletrônica Lato Sensu, n.1, p.1-15, 2007.

DRESCH, L.O.; ANDRADE, E.S. Evolução dos hábitos alimentares e a busca por alimentos saudáveis em Campo Grande/ MS- Identificação de tendências e potencialidades. Congresso SOBER-Sociedade Brasileira de Economia, Administração e Sociologia Rural, 48, Anais... Campo Grande – MS, 2010. Tecnologia, Desenvolvimento e Integração Social, 2010.

FRIZON, J. D. Hábitos alimentares e qualidade de vida: uma discussão sobre a alimentação escolar. Simpósio Nacional de Educação, 1, Anais... Unioeste-Cascavel/ PR, 2008.

MOTA, C.H.; MASTROENI, S.S.B.S.; MASTROENI, M.F. Consumo da refeição escolar na rede pública municipal de ensino. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 94, n.236, p.168-184, 2013.

FRANÇA, F.C.O.; MENDES, A.C.R.; ANDRADE, I.S.; RIBEIRO, G.S.; PINHEIRO, I.B. Mudanças dos hábitos alimentares provocados pela industrialização e o impacto sobre a saúde do brasileiro. In: I Seminário Alimentação e Cultura na Bahia, Bahia, 2012.

Downloads

Publicado

2018-10-09

Como Citar

Santos, C. T. F. dos, Rosas, L. V., Lopes, A. P., Acioli, A. N. S., & Lima, R. A. (2018). A ALIMENTAÇÃO ESCOLAR NO ENSINO BÁSICO EM ESCOLAS PÚBLICAS DE TABATINGA-AM. South American Journal of Basic Education, Technical and Technological , 5(2). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/SAJEBTT/article/view/1593

Edição

Seção

Ensaio Acadêmico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>