ANÁLISE DE ACEITAÇÃO E REJEIÇÃO DA MERENDA ESCOLAR OFERECIDA AOS ALUNOS DO ENSINO BÁSICO DO MUNICÍPIO DE ATALAIA DO NORTE-AM, BRASIL

Autores

  • Áureo Mendes Souza UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Lisandra Vieira Rosas UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Ronaldo Masculino de Almeida UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Vandreza Souza Santos UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).
  • Renato Abreu Lima Doutorando em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Pertencente ao Laboratório de Pesquisa em Química de Produtos Naturais.

Resumo

O ambiente escolar é um local que possibilita o contato e a criação de hábitos alimentares saudáveis. Com isso, o presente artigo teve como objetivo verificar o cardápio oferecido nas escolas e o cumprimento das metas estabelecidas pelo Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) foi investigado o índice de adesão, a aceitação e rejeição da merenda escolar em três escolas da rede pública de ensino básico de Atalaia do Norte-AM, por meio da aplicação dos métodos de Escala Hedônica Verbal, Escala Hedônica Facial e Resto Ingestão. Os resultados obtidos demonstraram que as refeições oferecidas nas escolas não atingem as metas nutricionais estabelecidas pelo PNAE, e a maioria dos itens dos cardápios adotados não apresentaram aceitabilidade dos alunos, visto que a maioria dos alimentos são industrializados e enlatados. Salientando-se que são necessárias mudanças no preparo das refeições para a melhoria do sabor dos alimentos, contribuindo para aumentar o índice de adesão dos estudantes que consomem a alimentação oferecida pela escola, cooperando com a diminuição do desperdício de alimentos e recursos públicos. A alimentação influencia diretamente na qualidade de vida, pois através dos alimentos o organismo absorve os nutrientes necessários para a realização das atividades vitais, contribuindo para um melhor desempenho no organismo. A merenda escolar coopera com este processo, pois tem o objetivo de suprir parcialmente das necessidades diárias dos alunos. Uma alimentação sem os nutrientes necessários pode causar consequências nos desenvolvimentos físico e mental dos alunos. A inclusão de alimentos da agricultura familiar na merenda escola contribuirá também no desenvolvimento regional, tendo em vista que, os recursos serão gastos no município, melhorando a renda do produtor rural e, consequentemente, a sua qualidade de vida.

Biografia do Autor

Áureo Mendes Souza, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Lisandra Vieira Rosas, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Docente do Curso de Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Ronaldo Masculino de Almeida, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Docente do Curso de Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Vandreza Souza Santos, UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS (UFAM).

Docente do Curso de Graduação em Ciências: Biologia e Química, Instituto de Natureza e Cultura.

Renato Abreu Lima, Doutorando em Biodiversidade e Biotecnologia pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Pertencente ao Laboratório de Pesquisa em Química de Produtos Naturais.

Biólogo, Pós-Graduado em Gestão Ambiental, Mestre em Meio Ambiente e Doutorando em Biodiversidade e Biotecnologia pela UFAM.

Referências

DOMENE, S.M.A. Indicadores nutricionais e políticas públicas. Estudos Avançados, v.17, n.48, p.131-135, 2005.

BRASIL. Curso técnico de formação para os funcionários da educação. Políticas de Alimentação Escolar. Brasília, 2006.

RUBIO, F.V. Introdução ao projeto de pesquisa científica. 9 ed. Petrópolis/RJ: Vozes, 1985.

PRODANOV, C.C.; FREITAS, E.C. Metodologia do trabalho científico: Métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

OLIVEIRA, D.A.G. Avaliação química, nutricional e sensorial de uma mistura à base de farinhas de arroz, banana e mandioca enriquecida com outras fontes proteicas. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos), Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz, Piracicaba, 1997.

BRASIL. Ministério da Saúde. Conselho Nacional de Saúde. Resolução 466 de 12 de dezembro de 2012. Disponível em: http://conselho.saude.gov.br/ resolucoes/2012/Reso466.pdf. Acesso em: 10 mar. 2016

MASCARENHAS, J.M.O.; SANTOS, J.C. Avaliação da composição nutricional dos cardápios e custos da alimentação escolar da rede municipal de Conceição do Jacuípe/BA. Sitientibus, v.35, p.75-90, 2006.

FNDE, Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação. Merenda escolar: você Sabia? 2009.

UNIFESP. Centro Colaborador em Alimentação e Nutrição Escolar. Manual para aplicação dos testes de aceitabilidade no Programa Nacional de Alimentação Escolas – PNAE. Universidade Federal de São Paulo. Santos: SP, 2010.

TEIXEIRA, E.O.L. A merenda escolar e seus aspectos políticos, sociais e nutricionais. 2008. 69 f. Trabalho de Conclusão de Curso de Especialização (Curso de Especialização em Educação Profissional Técnica de Nível Médio integrada ao Ensino Médio na Modalidade EJA). Centro Federal de Educação Tecnológica de São Paulo. São Paulo, 2008.

MARTINS, R.C.B.; MEDEIROS, M.A.T.; RAGONHA, G.M.; OLBI, J.H.; SEGATTI, M.E.P.; OSELE, M.R. Aceitabilidade da alimentação escolar no ensino público fundamental. Saúde em Revista, v.6, n.13, p.71-78, 2004.

ALCANTARA, A.O.R. Higiene, armazenamento e conservação de alimentos. Prefeitura de Belo Horizonte, 2010.

SANTOS, D.P.; VIEIRA, A.R.R. Avaliação da adesão e aceitabilidade da merenda escolar em uma escola estadual de Aragarças-GO. Revista Eletrônica da UNIVAR, v.1, n.13, p.87-93, 2005.

ORNELAS, L.H. Técnica dietética: seleção e preparo de alimentos. São Paulo: Atheneu, 2001.

FRANÇA, F.C.O.; MENDES, A.C.R.; ANDRADE, I.S.; RIBEIRO, G.S.; PINHEIRO, I.B. Mudanças dos hábitos alimentares provocados pela industrialização e o impacto sobre a saúde do brasileiro. In: I Seminário Alimentação e Cultura na Bahia, Bahia, 2012.

Downloads

Publicado

2018-10-09

Como Citar

Souza, Áureo M., Rosas, L. V., de Almeida, R. M., Santos, V. S., & Lima, R. A. (2018). ANÁLISE DE ACEITAÇÃO E REJEIÇÃO DA MERENDA ESCOLAR OFERECIDA AOS ALUNOS DO ENSINO BÁSICO DO MUNICÍPIO DE ATALAIA DO NORTE-AM, BRASIL. South American Journal of Basic Education, Technical and Technological , 5(2). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/SAJEBTT/article/view/1592

Edição

Seção

Ensaio Acadêmico

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)

> >>