PRODUÇÃO E AVALIAÇÃO DE MATERIAL DIDÁTICO PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA ESCRITA PARA GRADUANDOS SURDOS EM UM CURSO ONLINE

  • Egley Amarolina Pereira Carvalho Mestranda em Diversidade e Inclusão (CMPDI/UFF)
  • Osilene Maria de Sá e Silva da Cruz Docente do Magistério Superior e da Pós-Graduação (INES/UFF). E-mail: osilenesacruz@gmail.com

Resumo

Vivenciamos conquistas políticas e educacionais voltadas para a educação inclusiva, entre as quais estão inseridos alunos surdos. O Programa Viver sem Limites, instituído pelo Ministério da Educação, consiste em uma significativa conquista para a educação de surdos, pois possibilitou a criação de cursos de Graduação no Brasil, visando ao acesso de graduandos surdos e de candidatos interessados em atuar nessa frente de trabalho. Sobre o ensino de Língua Portuguesa escrita para surdos, deve-se considerar a importância de propostas que contemplem as necessidades desses aprendizes, a partir da elaboração de materiais didáticos autênticos, voltados especificamente para esse público, assim como o uso de estratégias de ensino bilíngues e de tecnologias digitais com recursos visuais. Com base em estudos sobre ensino de Língua Portuguesa escrita, segunda língua do sujeito surdo, mediado pela Libras, sua primeira língua, este artigo apresenta algumas ações educativas realizadas em um Ambiente Virtual de Aprendizagem para trabalhar conteúdos de Português com graduandos surdos de Pedagogia online do Instituto Nacional de Educação de Surdos – INES. Resultados mostram a importância da perspectiva bilíngue, através da qual os participantes surdos da disciplina foram estimulados a compreender e produzir textos em Libras e em Língua Portuguesa escrita
Publicado
2019-06-17