ESTADO E INDUSTRIALIZAÇÃO: UM ESTUDO DE CASO DA DOM PORQUITO E DA ACREAVES NO ESTADO DO ACRE

Palavras-chave: Palavras Chave: Estado; Industrialização; Dom Porquito; Acreaves

Resumo

RESUMO

O artigo apresenta um estudo de caso sobre a industrialização no estado do Acre com foco nas indústrias de suinocultura Dom Porquito e de avicultura Acreaves. Para isso, partimos de uma análise do processo de industrialização no Acre, enfatizando suas peculiaridades e suas características. O objetivo principal do artigo é de analisar a relação entre o setor público (governo do estado do Acre) e o capital privado através de suas dinâmicas territoriais e industriais de produção, além de identificar o papel do campesinato nesta forma de organização produtiva.  Como metodologia, foram feitas discussões teóricas que tratam da temática, assim como visita técnica e entrevista realizada com o diretor técnico da Dom Porquito e da Acreaves. Portanto ao compreender a dinâmica industrial no Acre, é possível refletir sobre sua realidade e seus percalços, bem como entender o papel do setor produtivo industrial para com o campesinato.

Palavras Chave: Estado; Industrialização; Dom Porquito; Acreaves

Referências

ACRE. DECRETO Nº 4.196, de 1º de outubro de 2001 (a). Programa de Incentivo Tributário para Empresas, Cooperativas e Associações de Produtores dos Setores Industrial, Agro- Industrial, Florestal, Extrativo-Vegetal e Industrial Turística do Estado do Acre. Disponível em: www.sefaz.gov.br. Acesso em: julho de 2018.
______. DECRETO Nº 4.198 DE 1º de outubro de 2001 (b). Política de Incentivos às Atividades Industriais no Estado do Acre. Disponível em: www.sefaz.gov.br. Acesso em: julho de 2018.
______. LEI Nº 2.548 de 17 de fevereiro de 2012. Programa de Compras Governamentais com Incentivo à Indústria Local. Disponível em: www.sefaz.gov.br. Acesso em: julho de 2018.
CADEIA DE PRODUÇÃO DO FRANGO SE CONSOLIDA NO ALTO ACRE. Acre: ORB.net, 2014. Disponível em:< http://www.oriobranco.net/noticia/acre/cadeia-de-producao-do-frango-se-consolida-no-alto-acre>. Acesso em: 15. jan. 2019.
CARLOS, Ana Fani A. Espaço e indústria. São Paulo: Contexto/EDUSP, 1988.
MENDONÇA, S. R. A industrialização brasileira. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2004.
MOREIRA, Ruy. A Geografia do Espaço Mundo. Conflitos e superações no espaço do capital. Rio de Janeiro: Consequências, 2016.
MOURA, J. L. P. Tropos: Comunicação, Sociedade e Cultura. Os Mitos do Desenvolvimento no Acre da “Frente Popular”. Rio Branco, v. 5, n. 2, p. 1-16, dez. 2016.
NOTÍCIAS DO ACRE. Dom Porquito transforma vida de produtores rurais no Alto Acre. Disponível em: . Acesso em: 22 de jan. 2019.
PAULA, E. A. (Des) Envolvimento insustentável na Amazônia Ocidental: dos missionários do progresso aos mercadores da natureza. Rio Branco: Edufac, 2013.
PONTE, K. F. da. O Desenvolvimento Sustentável e o Controle Social da Natureza e do Trabalho: Um estudo sobre a Fábrica de Preservativos Masculinos de Xapuri (AC). 360p. Tese (Doutorado em Geografia). Universidade Estadual Paulista, 2014.
SCHMID, J. P. PÚBLICO, COMUNITÁRIO E PRIVADO: Direitos e Bem-estar na Perspectiva do Paradigma Comunista. Unoesc, Joaçaba, v. 16, n. 2, p. 333-360, jul./dez. 2015. Disponível em: . Acesso em: 09 jan. 2019.
Publicado
2020-05-20