TERRITORIALIDADE E SEGURANÇA PÚBLICA NA FAIXA DE FRONTEIRA BRASILEIRA COM A BOLÍVIA:

O CASO DE RIO BRANCO CAPITAL DO ESTADO DO ACRE

Autores

  • Thirson Rodrigues Medina Mestrando do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Geografia da Universidade Federal do Acre http://orcid.org/0000-0001-7620-0920
  • José Alves Universidade Federal do Acre, Professor do Programa de Pós-Graduação Mestrado em Geografia da Universidade Federal do Acre https://orcid.org/0000-0002-5464-8940

DOI:

https://doi.org/10.47418/uaquiri.vol3.n2.2021.5713

Palavras-chave:

Acre. Faixa de Fronteira. Segurança Pública.

Resumo

Essa pesquisa objetiva analisar o planejamento público no âmbito da segurança no território das cinco regionais de segurança pública no município de Rio Branco, Acre e evidenciar se as mesmas atenuam a ação dos grupos criminosos antagônicos em disputa pelos espaços do poder paralelo, na faixa de fronteira brasileira no estado do Acre com a Bolívia. O posicionamento do estado do Acre como líder no ranking da criminalidade e violência em 2017, eleva ao nível máximo, a decodificação no recorte temporal dos primeiros decênios do século XXI, para compreender quais fatores levam a esse cenário e quais as perspectivas a sociedade rio-branquense. A metodologia adotada significou na análise e compilação do banco de dados disponibilizado pelos Anuários do Fórum de Segurança Pública e em âmbito institucional, coligado com os dados apresentados pelo Ministério Público do Estado do Acre, por meio do Observatório da Criminalidade. As contribuições conceituais surgirão das pesquisas de Araújo (2018), Balestreri (2010) Haesbaert (2006; 2012), Escudero (2004). O estopim da guerra das facções que tem como centro de gravidade o poder pela rota internacional do tráfico de drogas na região Amazônica com a Bolívia, eleva de maneira secundária os registros de homicídios e frequências de roubos em Rio Branco, e eleva a capital acreana entre as mais violentas da região Norte e o Brasil. Assim, a análise geográfica, para além da estatística criminal, mapeamento dos geocrimes, amplia o suporte cientifico para compreensão da probabilidade da recorrência dos crimes e violência na cidade de Rio Branco.

Referências

ACRE (Estado). Constituição do Estado do Acre. Assembleia Legislativa do Estado do Acre. Documentos. Disponível em: http://www.al.ac.leg.br/wp-content/uploads/2014/10/constitui%C3%A7%C3%A3o_atualizada.pdf. Acesso em: 12 maio 2017.

ACRE (Estado). Lei nº 1.972 de 27 de dezembro de 2007. Dispõe sobre o Plano Plurianual para o Quadriênio 2008-2011. Disponível em: http://www.al.ac.leg.br/leis/wp-content/uploads/2014/09/Lei1972.pdf. Acesso em: 10 jan. 2019.

ACRE (Estado). Ministério Público do Estado do Acre. Relatório de Informações de Indicadores Prioritários de Violência e Criminalidade: demonstrativo histórico de indicadores de violência e criminalidade no estado do Acre, período 2004 a 2015. Observatório de Análise Criminal. Núcleo de Apoio Técnico. 1 ed. Disponível em: http://www.mpac.mp.br/wp-content/uploads/Anuario_MPE_2015_PRONTO.pdf. Acesso em: 12 jun. 2016. Rio Branco: MPAC, 2016. 62p.

ACRE (Estado). Ministério Público do Estado do Acre. Relatório de Informações de Indicadores Prioritários de Violência e Criminalidade: demonstrativo histórico de indicadores de violência e criminalidade no estado do Acre, período 2006 a 2017. Observatório de Análise Criminal. Núcleo de Apoio Técnico. 1 ed. Disponível em: https://www.mpac.mp.br/wp-content/uploads/Anuario_MPAC_2017.pdf. Acesso em: 10 dez. 2018. Rio Branco: MPAC, 2018. 110p.

ACRE (Estado). Ministério Público do Estado do Acre. MPAC integra megaoperação contra organizações criminosas em 15 estados. Rio Branco, 04 dez. 2018. Disponível em: https://www.mpac.mp.br/mpac-integra-megaoperacao-contra-organizacoes-criminosas-em-15-estados/. Acesso em: 22 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Comunicação. Segurança apresenta ações de combate à criminalidade em audiência na Câmara Municipal. Agências de Notícias do Acre. Alamara Barros. 16 ago. 2019. Disponível em: https://www.agencia.ac.gov.br/sejusp-apresenta-acoes-de-reducao-na-criminalidade-a-vereadores-durante-audiencia-publica/. Acesso em: 16 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. Área de Abrangência da Primeira Regional de Segurança Pública. Polícia Civil do Estado do Acre. Disponível em: http://www.pc.ac.gov.br/wps/wcm/connect/c1a675804a9010b585d4cfcf41fb69fc/1regional.pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 10 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. Área de Abrangência da Segunda Regional de Segurança Pública. Polícia Civil do Estado do Acre. Disponível em: http://www.pc.ac.gov.br/wps/wcm/connect/3c01e4804a90110c85e4cfcf41fb69fc/2regional.pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 10 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. Área de Abrangência da Terceira Regional de Segurança Pública. Polícia Civil do Estado do Acre. Disponível em: http://www.pc.ac.gov.br/wps/wcm/connect/fed33c004a9011778601cecf41fb69fc/3regional.pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 10 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. Área de Abrangência da Quarta Regional de Segurança Pública. Polícia Civil do Estado do Acre. Disponível em: http://www.pc.ac.gov.br/wps/wcm/connect/96ac46804a9011c78611cecf41fb69fc/4regional.pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 10 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública. Área de Abrangência da Quinta Regional de Segurança Pública. Polícia Civil do Estado do Acre. Disponível em: http://www.pc.ac.gov.br/wps/wcm/connect/cc9e17804a9012fa863ccecf41fb69fc/5regional.pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 10 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Segurança Pública. PROERD. Polícia Militar do Estado do Acre. Disponível em: https://web.archive.org/web/20110116055631/http://www.pm.ac.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=52:atividades-comunitarias&catid=36:destaque-superior. Acesso em: 20 ago. 2019.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Segurança Pública. Sistema Integrado de Segurança Pública. Disponível em: http://www.seguranca.ac.gov.br/wps/portal/seguranca/seguranca/principal/!ut/p/c5/vZHLcoIwFIafpQ-gCQmXsMQSuUhUJAi4ccAqgwVEG8Hy9MV21UXtptOcTWb-OfOd7xywAUPVaVvkqShOdVqCGGzU7dJ2_CC0FYmEKwyd5XphziwFEx8PefIgl751Lxgl0FEwXU8nviRLKohADOVtcHxvnP61Xx1hB4NQuOLid4y-QmaGPQtHiFNZCqBwA24hRoXHPQbhTpfWU58aTtzMi7enr0ngD8-Av3i4YJOXp2wwju47eOx0zx-QErDRfrIefoD_ofV3FvE0NBAciJkLEbK0_2MR-U9Zwz2KrBp3u2oMx0TDWJGRDnVVV1VEQMST7maeWGfSqKV52t7s-TK8nBU3d71iBcvV2cIe5mddbDmUdS-2MzzKDWpbS0YKuY86SgI9WUTuVeTPb8oo3VW-mUnNRDm0eKoeDA-JCZqXi3p24XVJrFE6o9fSfD6m8eGWswzf9iLnoWb6zcs-EahWjcK_vsjdE5jbp2oPmipsPcW1-_iz9h9qGmRg/dl3/d3/L2dBISEvZ0FBIS9nQSEh/. Acesso em: 19 jul. 2018.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Planejamento. Acre em números 2009. 181p.

ACRE (Estado). Secretaria de Estado de Planejamento. Acre em números 2017. 181p

ALMEIDA, Paulo Roberto de. A experiência brasileira em planejamento econômico: uma síntese histórica. Disponível em: http://celsofurtado.phl-net.com.br/artigos_scf/Paulo_Roberto_Almeida.pdf. Acesso em: 23 mar. 2017.

ALVES, José. Brasil: Do contexto da reestruturação produtiva do capital ao “novo desenvolvimentismo”. In: ALVES, José. As Revoltas dos Trabalhadores em Jirau (RO): degradação do trabalho represada na produção de energia elétrica na Amazônia. Presidente Prudente: [s.n.], Tese (Doutorado em Geografia), 2014. 671 f. p. 96-155. Disponível em: http://hdl.handle.net/11449/116027. Acesso em: 20 out. 2014.

ANDRADE, Israel de Oliveira; LIMA, Raphael Camargo. Segurança e Defesa Nacional nas Fronteiras Brasileiras. In: Fronteiras do Brasil: uma avaliação de política pública. Bolivar Pêgo; et al (Org.). 1 vol. Brasilia: Ipea: MI, 2018. 462p. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/181112_livro_fronteira_do_brasil_uma_avaliacao_de_politica_publica.pdf. Acesso em: 14 mar. 2018. p. 111- 150.

ARAÚJO, Jaqueline Sousa de. Geografia do crime: espacialização de homicídios e roubos ocorridos no município de Rio Branco como instrumento analítico de prevenção da criminalidade. Fundação Universidade Federal de Rondônia, 2018. Disponível em: http://www.ri.unir.br/jspui/handle/123456789/2609. Acesso em: 01 jul. 2019.

BARROS, Alamara. Segurança apresenta ações de combate à criminalidade em audiência na Câmara Municipal. Agência de Notícias do Acre. Rio Branco: SECOM, 19 ago. 2019. Disponível em: https://www.agencia.ac.gov.br/sejusp-apresenta-acoes-de-reducao-na-criminalidade-a-vereadores-durante-audiencia-publica/. Acesso em: 20 ago. 2019.

BECKER, Bertha Koiffmann. Amazônia: geopolítica na virada do III milênio. Rio de Janeiro: Garamond, 2004. 172p.

BOLIVIA. Constituicion Politica del Estado. Republica de Bolivia. Asamblea Constituinte. Honorable Congresso Nacional. 2009. Disponível em: https://ftierra.org/index.php/component/attachments/download/6. Acesso em: 12 abr. 2019.

BRASIL. Câmara dos Deputados. Lei nº 6.634, de 2 de maio de 1979. Dispõe sobre a Faixa de Fronteira, altera o Decreto-Lei n. 1135, de 3 de dezembro de 1970, e dá outras providências. Centro de Documentação e Informação. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/lei/1970-1979/lei-6634-2-maio-1979-365762-normaatualizada-pl.pdf. Acesso em: 03 abr. 2016.

BRASIL. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Atlas da Violência 2019. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/atlasviolencia/download/21/atlas-da-violencia-dos-municipios-brasileiros-2019. Acesso em: 13 jul. 2019.

BRASIL. Ministério da Defesa. Glossário. Disponível em: http://www.defesa.gov.br/arquivos/File/legislacao/emcfa/publicacoes/md35_g_01_glossario_fa_4aed2007.pdf. Acesso em: 04 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Defesa. Glossário. Disponível em: http://www.defesa.gov.br/glossario. Acesso em: 04 mar. 2017.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Regional. Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia (PRDA) 2020-2023. Disponível em: http://www.sudam.gov.br/conteudo/menus/retratil/prda/arquivos/prda-2020-2023-versao-final-09-05-2019.pdf. Acesso em: 05 ago. 2019.

BRASIL. Ministério do Desenvolvimento Regional. Plano Regional de Desenvolvimento da Amazônia (PRDA): 2020-2023. Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia. Belém: SUDAM, 2019. 218p.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Programa de Promoção do Desenvolvimento da Faixa de Fronteira – PDFF. Secretaria de Programas Regionais. Brasília, fev. 2009. Disponível em: http://www.mi.gov.br/documents/10157/3807562/cartilha+faixa+de+fronteira.pdf/e5ba704f-5000-43df-bc8e-01df0055e632. Acesso em: 30 mar. 2016

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada. Fronteiras do Brasil: diagnóstico e agenda de pesquisa para política pública. Bolivar Pêgo; et al (Org.). 2 vol. Brasilia: Ipea: MI, 2017. 276p. Disponível em: http://www.ipea.gov.br/portal/images/stories/PDFs/livros/livros/170628_fronteiras_do_brasil_volume2.pdf. Acesso em: 02 fev. 2016.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Política Nacional de Desenvolvimento Regional – PNDR. Disponível em: http://www.mi.gov.br/c/document_library/get_file?uuid=240b7eb3-af5d-458a-ad65-1e9f4d5e9095&groupId=24915. Acesso em: 23 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Para pensar uma política de ordenamento territorial. Anais da Oficina sobre a Política Nacional de Ordenamento Territorial. Brasília, 13-14 nov. 2003. Ministério da Integração Nacional, Secretaria de Políticas de Desenvolvimento Regional (SDR). Brasília: MI, 2005. 78p. Disponível em: http://www.mi.gov.br/c/document_library/get_file?uuid=3fc31d16-e5f7-46fb-b8cc-0fb2ae176171&groupId=24915. Acesso em: 23 mar. 2017.

BRASIL. Ministério da Justiça e Segurança Pública. Segurança Pública nas Fronteiras, diagnóstico socioeconômico e demográfico: Estratégia Nacional de Segurança Pública nas Fronteiras (ENAFRON). Alex Jorge das Neves; Gustavo Camilo Baptista; Cíntia Liara Engel; Lya Osório Machado (Org). Brasília: Ministério da Justiça e Cidadania, Secretaria Nacional de Segurança Pública, 2016. Disponível em: http://www.retis.igeo.ufrj.br/wp-content/uploads/Diagnostico_Socioeconomico_FINAL.pdf. Acesso em: 22 jun. 2017.

BRASIL. Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Faixa de Fronteira. Disponível em: http://www.ibge.gov.br/home/geociencias/cartogramas/ff_brasil.html. Acesso em: 22 abr. 2015.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. Primeira Comissão Demarcadora de Limites. Quadros Resumo. Brasília: Itamaraty, 2012. Disponível em: https://sistemas.mre.gov.br/kitweb/datafiles/Pcdl/pt-br/file/Fronteiras/Peru/Quadros%20Resumo.pdf. Acesso em: 12 ago. 2017.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. Segunda Comissão Demarcadora de Limites. Quadros Resumo. Brasília: Itamaraty, 2012. Disponível em: http://scdl.itamaraty.gov.br/pt-br/historia.xml. Acesso em: 12 ago. 2017.

BRASIL. Ministério das Relações Exteriores. Estado Plurinacional da Bolívia. Disponível em: http://www.itamaraty.gov.br/index.php?option=com_content&view=article&id=4870&Itemid=478&cod_pais=BOL&tipo=ficha_pais&lang=pt-BR. Acesso em: 12 ago. 2017.

BRASIL. Ministério da Saúde. Homicídios no Brasil: análise das ocorrências de 2001 a 2013. In: Saúde Brasil 2014: uma análise da situação de saúde e das causas externas. Secretaria de Vigilância em Saúde. Departamento de Vigilância de Doenças e Agravos Não Transmissíveis e Promoção da Saúde. Brasília: Ministério da Saúde, 2015. 462 p. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/publicacoes/saude_brasil_2014_analise_situacao.pdf. Acesso em: 12 nov. 2018.

BRASIL. Presidência da República. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas. Relatório Brasileiro sobre Drogas. Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas; IME USP; Paulina do Carmo Arruda Vieira Duarte, Vladimir de Andrade Stempliuk e Lúcia Pereira Barroso (Org). Brasília: SENAD, 2009. 364 p. Disponível em:

BRASIL. Senado Federal. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, 2012.

BRASIL. Tribunal de Contas da União. Acórdão nº 2388/2017. Plenário. Relator: Ministro Marcos Bemquerer. Processo TC 031.699/2016-2. Ata 43/2017-Plenário. Brasília, DF, Sessão 25/10/2017. Disponível em: https://pesquisa.apps.tcu.gov.br/#/documento/acordao-completo/TC%2520020.053%252F2015-0/%20/DTRELEVANCIA%20desc,%20NUMACORDAOINT%20desc/0/%20?uuid=96c66970-c1f3-11e9-92de-b16f43858e97. Acesso em: 14 jul. 2019.

CANO, Ignácio. Pacto Federativo e Segurança Pública. Le Monde Diplomatique. 02 out. 2014. Edição - 87. Disponível em: https://diplomatique.org.br/pacto-federativo-e-seguranca-publica/. Acesso em: 22 set. 2018.

CORRÊA, Roberto Lobato. Região e Organização Espacial. 7 ed. São Paulo: Ática, 2000.

COSTA, Wanderley Messias da. O Estado e as políticas territoriais no Brasil. 3° ed. São Paulo: Contexto, 1991. 81p.

ESCUDERO, Carlos Sandoval. Métodos y Aplicaciones de la Planificácion Regional y Local en América Latina. Série: Desarrollo Territorial n°.17, Santiago do Chile, Chile. ONU: CEPAL, ago. 2014. 85p. Disponível em: http://repositorio.cepal.org/bitstream/handle/11362/36967/S201436_es.pdf?sequence=1&isAllowed=y. Acesso em: 05 nov. 2016.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 1. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/1-anuario_2007.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 2. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/2_anuario_2008.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 3. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/3_anuario_2009.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 4. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/4_anuario_2010.pdf. Acesso em: 11 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 5. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/5_anuario_2011.pdf. Acesso em: 11 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 6. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/6_anuario_2012.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 7. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/7_anuario_2013-corrigido.pdf. Acesso em: 10 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 8. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/8_anuario_2014_20150309.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 9. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/9_anuario_2015.retificado_.pdf. Acesso em: 11 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 10. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/storage/10_anuario_site_18-11-2016-retificado.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 11. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2019/01/ANUARIO_11_2017.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FÓRUM BRASILEIRO DE SEGURANÇA PÚBLICA. Anuário Brasileiro de Segurança Pública. Ano 12. Disponível em: http://www.forumseguranca.org.br/wp-content/uploads/2019/03/Anuario-Brasileiro-de-Seguran%C3%A7a-P%C3%BAblica-2018.pdf. Acesso em: 12 set. 2017.

FOUCAULT, Michel. Microfísica do Poder. 8° ed. Rio de Janeiro: Graal, 1989.

FOUCAULT, Michel. Segurança, Território, População. Tradução: Eduardo Brandão. rev. trad.: Cláudia Berliner. Coleção Tópicos. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

GAVIÃO, Leandro; VALADARES, Alexandre. Jair Bolsonaro: o candidato da (in)segurança pública. Le Monde Diplomatique. 02 mar. 2018. Edição – 128/Brasil. Disponível em: https://diplomatique.org.br/jair-bolsonaro-o-candidato-da-inseguranca-publica/. Acesso em: 26 jul. 2019.

HAESBAERT, Rogério. Territórios Alternativos. 3 ed. São Paulo: Contexto, 2012.

INSTITUTO BRASILEIRO DE ÉTICA CONCORRENCIAL. Índice de Economia Subterrânea. Disponível em: https://www.etco.org.br/11/wp-content/uploads/AF_RP1_Folder_ETCO_econsub_final.pdf. Acesso em: 10 ago. 2019.

LIRA COSSIO, Luis. Revalorizacion de la planificación del desarrollo. Série Gestion Pública. n. 59. Santiago do Chile, Chile. ONU: CEPAL, ago. 2006. 73p. Disponível em: http://repositorio.cepal.org/bitstream/handle/11362/7316/1/S0600462_es.pdf. Acesso em: 05 nov. 2016.

LONDOÑO NIÑO, Edgar Andrés. A tríplice fronteira Brasil, Colômbia e Peru: limites e desafios de cooperação e integração da região fronteiriça, com ênfase nos anos 2006-2011. Dissertação (mestrado) – UNESP/UNICAMP/PUC-SP, Programa San Tiago Dantas, 2013. São Paulo, 2013. 89f.

MARTINS, Saimo. Superintendente da PRF no Acre, diz que problema da segurança pública é do estado. Contilnet, Rio Branco, 2018, 29 jun. 2018. Disponível em: https://contilnetnoticias.com.br/2018/06/superintendente-da-prf-no-acre-diz-que-problema-da-seguranca-publica-e-culpa-do-estado/. Acesso em: 03 set. 2018.

NASCIMENTO, Aline. Números de homicídio aumentou quase 130% em dez anos, aponta levantamento. G1 Acre, Rio Branco, 2018, 05 jun. 2018. Disponível em: https://g1.globo.com/ac/acre/noticia/numero-de-homicidios-no-acre-aumentou-quase-130-em-dez-anos-aponta-levantamento.ghtml. Acesso em: 20 ago. 2019.

OLIVEIRA, Djalma de Pinho Rebouças de. Conceitos de planejamento e sistemas. In: Planejamento Estratégico: conceitos, metodologia e práticas. Djalma de Pinho Rebouças de Oliveira. 31 ed. São Paulo: Atlas, 2013. p. 17-20.

PAULA, Elder Andrade de. Capitalismo verde e transgressões: Amazônia no espelho de Caliban. Dourados, Ed. UFGD, 2013. Disponível em: http://files.ufgd.edu.br/arquivos/arquivos/78/EDITORA/catalogo/capitalismo-verde-e-transgressoes-amazonia-no-espelho-de-caliban-elder-andrade-de-paula-1.pdf. Acesso em: 24 ago. 2019.

SANTOS, Bartira Macedo de Miranda. Quem estuda a Segurança Pública no Brasil?. In: Sistema Punitivo: mais amor, por favor. Denival Francisco da Silva; Bartira Macedo de Miranda Santos; Alexandre Bizzotto (Org), 1 ed. Florianópolis: Empório do Direito, 2015. p. 93-104.

SANTOS, Milton. Planejando o Subdesenvolvimento e a Pobreza. In: Economia Espacial: Críticas e Alternativas. Milton Santos (tradução: Maria Irene de Q. F. Szmrecsányi). 2 ed. São Paulo: EDUSP, 2003. p. 13-40.

UNITED NATIONS OFFICE ON DRUGS AND CRIME (UNODC). Global Report on Trafficking in Persons. New York: United Nations Publication, 2014. Acesso em: 12 jan. 2018.

UNITED NATIONS OFFICE ON DRUGS AND CRIME (UNODC). Global Report on Trafficking in Persons. New York: United Nations Publication, 2014. Disponível em: https://www.unodc.org/res/cld/bibliography/global-report-on-trafficking-in-persons_html/GLOTIP_2014_full_report.pdf. Acesso em: 12 jan. 2018.

UNITED NATIONA OFFICE ON DRUGS AND CRIME (UNODC). Peru Monitoreo de Cultivo de Coca: 2015. jul. 2016. Disponível em: https://www.unodc.org/documents/crop-monitoring/Peru/Peru_monitoreo_coca_2016.pdf. Acesso em: 25 jun. 2019.

UNITED NATIONS OFFICE ON DRUGS AND CRIME (UNODC). GLOBAL STUDY ON HOMICIDE. Homicide: extent, patterns, trends and criminal justice response. Viena, 2019. Disponível em: https://www.unodc.org/documents/data-and-analysis/gsh/Booklet2.pdf. Acesso em: 18 jun. 2019.

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO. Unidades Federativas: shapefiles dos estados brasileiros. Núcleo de Economia Regional e Urbana da Universidade de São Paulo. Disponível em: http://www.pc.ac.gov.br/wps/wcm/connect/cc9e17804a9012fa863ccecf41fb69fc/5regional.pdf?MOD=AJPERES. Acesso em: 12 ago. 2017.

VASCONCELLOS, Marcos de. Massacre em presídio de Manaus é resultado do punitivismo do Estado. Consultor Jurídico, 03 jan. 2017. Disponível em: https://www.conjur.com.br/2017-jan-03/massacre-prisao-manaus-resultado-punitivismo-estado#author. Acesso em: 13 mar. 2018.

WORD HEALTH ORGANIZATION. Word Report on Violence and Health: Summary. Geneva, 2002. Disponível em: https://www.who.int/violence_injury_prevention/violence/world_report/en/summary_en.pdf. Acesso em: 10 out. 2018.

ORD HEALTH ORGANIZATION. World Health Statistics 2018: monitoring health for the SDGs, sustainable development goals. Geneva, 2018. Disponível em: https://apps.who.int/iris/bitstream/handle/10665/272596/9789241565585-eng.pdf?ua=1&ua=1. Acesso em: 15 jul. 2019.

Downloads

Publicado

2021-12-22

Como Citar

Medina, T. R., & Alves, J. (2021). TERRITORIALIDADE E SEGURANÇA PÚBLICA NA FAIXA DE FRONTEIRA BRASILEIRA COM A BOLÍVIA:: O CASO DE RIO BRANCO CAPITAL DO ESTADO DO ACRE. UÁQUIRI - Revista Do Programa De Pós Graduação Em Geografia Da Universidade Federal Do Acre, 3(2). https://doi.org/10.47418/uaquiri.vol3.n2.2021.5713