• Chamada para publicação Revista Muiraquitã

    2019-09-04

    A demanda pelo ensino de português para estrangeiros (como segunda língua/língua adicional) tem aumentado nas últimas décadas – sobretudo pela inter-relação do Brasil com outros países – sendo a criação do Programa Idiomas sem Fronteiras (IsF), em 2015, uma importante ação governamental para ampliação e divulgação do ensino e aprendizagem de português como língua não materna. Essa área vem recebendo maior visibilidade, o que possibilitou a oferta de cursos de português para falantes de outras línguas em instituições, onde essa prática não existia e, também, a expansão de Polos Aplicadores do Celpe-Bras – Certificado de Proficiência em Língua Portuguesa para Estrangeiros – a exemplo da Universidade Federal do Acre/Ufac. Atualmente, após todas as conquistas do Programa, vivemos um tempo de incertezas e retrocessos com a ameaça de extinção do IsF e/ou a falta de apoio financeiro do MEC para a oferta de cursos de línguas nas Instituições de Ensino Superior no país. Nesse sentido, a chamada para o Dossiê “Ensino e aprendizagem de Português como língua Estrangeira, Segunda língua/língua adicional: diálogos com estudos de língua(gens) de caráter multi/inter/trans/indisciplinar” da Muiraquitã – Revista de Letras e Humanidades (Qualis A3) do Programa de Pós-graduação em Letras: Linguagem e Identidade da Universidade Federal do Acre visa reunir artigos de pesquisadores e pesquisadoras do Brasil e do exterior sobre essa temática, de forma a possibilitar não só um espaço de discussão, mas também enfatizar a importância da efetivação de políticas linguísticas voltadas para a Internacionalização da Língua Portuguesa e das Instituições de Ensino Superior.  

    Saiba mais sobre Chamada para publicação Revista Muiraquitã