TEATRO E HISTÓRIA:

NOTAS SOBRE TEATRO E EDUCAÇÃO INCLUSIVA RELACIONADO EM CONTEXTOS HISTÓRICOS

Resumo

Carlos Alberto Ferreira da Silva possui formação pela Universidade Federal de Ouro Preto, 2012, nas áreas de Direção Teatral, Interpretação e Licenciatura em Teatro; Mestre e Doutor do Programa de Pós-Graduação em Artes Cênicas na Universidade Federal da Bahia, em sua Tese de Doutorado trata sobre o detalhamento da encenação conhecida como “Cidade Cega”. Em suma, nessa resenha será abordado o Prólogo com uma Introdução aos devaneios da pesquisa, Flâneur Cego e o Encontro com uma experiência pelos caminhos do Flâneur Cego, explanando sobre a relação do sujeito Flâneur com a cidade trazendo uma consolidação de experiências vívidas de pessoas com deficiência visual em meio a urbe, indivíduos estes: Claudio Vilas Boas, Cristina Gonçalves, Gilson Coelho, Rutiara Garcia e Valmira Sales, que fazem parte do Grupo de Teatro Noz Cego e Milena Flick, uma artista vidente. Este trabalho se passa na cidade de Salvador (Bahia) em torno da escrita, produção e realização do encenador/produtor Carlos Alberto Ferreira. 

Biografia do Autor

Nicoly de Lima Quintela, Universidade Federal do Acre

Bacharelanda em História pela Universidade Federal do Acre (UFAC)

Publicado
2020-11-23