ESTUPRO E DEFLORAMENTO

EDIÇÃO E ESTUDO LEXICAL DE DOIS PROCESSOS-CRIME DO INÍCIO DO SÉCULO XX

Autores

  • Josenilce Rodrigues de Oliveira Barreto Universidade Federal do Oeste da Bahia/ Docente

Palavras-chave:

Processo-crime de defloramento; Processo-crime de estupro; Edições fac-similar e semidiplomática; Descrições paleográfica, codicológica e conteudística dos documentos.

Resumo

É consenso entre os filólogos a polissemia do termo Filologia, bem como definições diferentes para Paleografia e Codicologia. A partir das definições apresentadas e dos critérios adotados, apresentamos, neste trabalho, uma amostra das edições fac-similar e semidiplomática de dois processos-crime do início do século XX, lavrados em Feira de Santana-BA, escritos no recto e verso, em sua maioria em tinta preta e cujo total soma 114 fólios. Depois de editados os documentos, estudamos o seu conteúdo, relacionando-o com os artigos 266, 267, 268 e 269 do Código Penal de 1890, os quais caracterizam e penalizam os crimes de defloramento e de estupro naquele período. Depois disso, descrevemos os elementos paleográficos e codicológicos constantes no corpus, amparando-nos teórica e metodologicamente em autores, que discutem a Crítica Textual/Filologia Textual, a Paleografia e a Codicologia. Por fim, apresentamos o estudo do Campo Lexical da Sexualidade, amparado em obras sobre a Lexicologia.

Referências

ANDRADE, M. C. J. de. Paleografia. In: SAMARA, Eni de Mesquita (org.). Paleografia, documentação e metodologia histórica. São Paulo: Humanitas, 2010. p. 9-146.

BERWANGER, A. R.; LEAL, J. E. F. Noções de paleografia e de diplomática. 3. ed. revista e ampliada. Santa Maria: Ed. da UFSM, 2008.

BUENO, F. da S. Estudos de filologia portuguesa. 5. ed. São Paulo: Saraiva, 1967. p. 6-11. CAMBRAIA, C. N. Introdução à crítica textual. São Paulo: Martins Fontes, 2005.
DUBOIS, J. et al. Dicionário de Lingüística. Direção e coordenação geral da tradução: Prof. Dr. Izidoro Blikstein. São Paulo: Cultrix, 1993.

LÁZARO CARRETER, F. Diccionario de términos filológicos. 3. ed. corrig. Madrid: Gredos, 1990.

MELO, G. C. de. Iniciação à filologia e à lingüística portuguesa. 4. ed. melh. e aum. Rio de Janeiro: Acadêmica, 1971.

SPINA, S. Introdução à edótica: Crítica textual. 2. ed. São Paulo: Ars Poetica/ Editora da Universidade de São Paulo, 1977.

Downloads

Publicado

2021-07-09