HISTÓRIA SOCIAL DO TRABALHO NO BRASIL E TRABALHADORES EXTRATIVISTAS NO ACRE: ALGUNS APONTAMENTOS

  • Lucilene Ferreira de Almeida Professora da Universidade Federal do Acre, Centro de Filosofia e Ciências Humanas. Professora do Programa de Pós-graduação em Geografia, Rio Branco, Acre, Brasil.
Palavras-chave: História Social do Trabalho, Trabalhadores extrativistas, Acre

Resumo

Faço aqui alguns apontamentos sobre os trabalhadores extrativistas no Acre, procurando relacionar alguns momentos de suas trajetórias de luta, à história social do trabalho, tomando para esta discussão alguns autores que discutem militância e luta de classe e temporalidade e vida do trabalho.

Referências

DE DECCA, Edgard, 1930: o silêncio dos vencidos. São Paulo: Brasiliense, 1986, p. 31-38.

SILVA, Sérgio. Algumas observações sobre classe e “falsa consciência”. In: NEGRO, L. e

SILVA, Sérgio (orgs). E. P. Thompson: As peculiaridades dos ingleses e outros artigos. Campinas: Edunicamp, 2001, p. 269-281.

THOMPSON, E. P. Tempo, disciplina de trabalho e capitalismo industrial. In: __. Costumes em comum: estudo sobre a cultura popular tradicional. São Paulo: Companhia das Letras, 1998, p. 267-304.
Publicado
2019-12-08