UMA ADOLESCENTE NEGRA PROTAGONISTA EM HOLLYWOOD: ANÁLISE DO FILME JOVENS BRUXAS

  • Renan Bulsing dos Santos Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Palavras-chave: Raça; gênero; identidade; cinema; Hollywood

Resumo

Este texto analisa o desenvolvimento da protagonista negra do filme “Jovens Bruxas”, sucesso hollywoodiano do verão de 1996. Comparando o tempo em cena, a quantidade de falas e as consequências sofridas na trama pela protagonista negra em relação às demais protagonistas brancas, conclui-se que o filme, embora considerado um bom exemplo de representação feminina, não foi igualmente bem-sucedido em termos de representação negra. A personagem não avança muito além do tropo de melhor amiga negra, e o filme conduz o espectador a ter mais empatia com o sofrimento da branca racista do que com o sofrimento da negra vítima de racismo. A despeito disso, o filme confere algumas características positivas à personagem, oportunizando a mulheres negras exercitarem seu olhar de oposição.

Referências

ALVES, Paula; COELHO, Paloma. “Discursos, performatividades e padrões visuais no cinema: reflexões sobre as representações de gênero, o mercado cinematográfico e o cinema de mulheres”. Aceno. [S.I.], vol. 2, n. 3, p. 159-176. Jan. a Jul. de 2015.

ANDREWS, Charlotte Richardson. “Hex appeal: how witches charmed the cinema”. Sight & Sound: The International Film Magazine [Online]. Outubro de 2016. Disponível em http://www.bfi.org.uk/news-opinion/sight-sound-magazine/features/witches-cinema-tv-hex-appeal. Acesso em 28/03/2018.

BALDWIN, James. The Devil Finds Work. New York: Vintage Books, 2011 [1976].

BARDIN, Laurence. Análise de Conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011.

BAXTON, Greg. “Buddy system”. Los Angeles Times [Online]. Los Angeles, agosto de 2007. Disponível em http://articles.latimes.com/2007/aug/29/entertainment/et-bff29. Acesso em: 28/03/2018.

JOVENS Bruxas. Direção de Andrew Fleming. [S.I.]: Columbia Pictures, 1996. DVD (101 min.), son., color.

CAMPOS, Luiz Augusto; JUNIOR, João Feres. “Globo, a gente se vê por aqui? Diversidade racial nas telenovelas das últimas três décadas (1985-2014)”. PLURAL, Revista do Programa de Pós‑Graduação em Sociologia da USP. São Paulo, v.23.1, p.36‑52, 2016.

COWAN, Jared. “Revisiting the L.A. Filming Locations of The Craft 20 Years Later”. L.A. Weekly [Online]. Los Angeles, Maio de 2016. Disponível em http://www.laweekly.com/content/printView/6870417. Acesso em 28/03/2018.

DANIELLE, Tori. The Craft: Casting Spells 20 Years Later [Online]. Crypt Rock. [S.I.], maio de 2016. Disponível em https://crypticrock.com/the-craft-casting-spells-20-years-later. Acesso em 28/03/2018.

DEGGANS, Eric. “Latest TV trend? The black best friend”. Washington Post [Online]. Washington, outubro de 2011. Disponível em https://www.washingtonpost.com/lifestyle/style
/latest-tv-trend-the-black-best-friend/2011/10/25/gIQAwYw4OM_story.html. Acesso em 28/03/2018.

DICKSON, Andrew. “How we made The Craft”. The Guardian [Online]. Março de 2016. Disponível em http://www.theguardian.com/film/2016/mar/01/how-we-made-the-craft-horror
-movie-interview. Acesso em 28/03/2018.

EGGERTSEN, Chris. “‘The Craft’ Turns 20: Rachel True, Andrew Fleming and Douglas Wick on the making of a teen classic”. Uproxx [Online]. Maio de 2016. Disponível em https://uproxx.com/hitfix/the-craft-turns-20-rachel-true-andrew-fleming-and-douglas-wick-dis
cuss-the-making-of-a-teen-classic. Acesso em 28/03/2018.

FERREIRA, Ceiça. “Reflexões sobre ‘a mulher’, o olhar e a questão racial na teoria feminista do cinema”. Revista Famecos [Online]. Porto Alegre, vol. 25, núm. 1, jan.-abr de 2018.

FUSTER, Jeremy. “2017’s 3 Top-Grossing Movies Had Female Lead for First Time in Nearly 60 Years”. The Wrap [Online]. Janeiro de 2018. Disponível em https://www.thewrap.com/female-lead-films-top-2017-box-office. Acesso em 28/03/2018.

HIGHFILL, Samantha. “We are the weirdos, mister: An oral history of The Craft”. Entertainment Weekly [Online]. Outubro de 2017. Disponível em http://ew.com/movies/2017/10/17/the-craft-oral-history. Acesso em 28/03/2018.

hooks, bell. “The oppositional gaze”. In: hooks, bell. Black Looks: Race and representation. London: Turnaround, p. 115-131, 1992.

JACOBS, Matthew; BRUCCULIERI, Julia. “Relax, It's Only Magic: An Oral History Of 'The Craft”. Huffington Post [Online]. Maio de 2016. Disponível em http://www.huffpostbrasil.co
m/entry/the-craft-oral-istory_us_5734f7c9e4b060aa7819d362. Acesso em 28/03/2018.

McCORD, Brooke. “Creating the (oc)cult fashion that defined The Craft”. Dazed Digital [Online]. Maio de 2016. Disponível em: http://www.dazeddigital.com/fashion/article/30973/1
/creating-the-cult-fashion-that-defined-the-craft. Acesso em 28/03/2018.

POTTS, Dianca. “The Lenny Interview: Rachel True”. Lenny Letter [Online]. Janeiro de 2017. Disponível em https://web.archive.org/web/20170202163604/https://www.lennyletter.c om/culture/interviews/a707/the-lenny-interview-rachel-true. Acesso em 28/03/2018.

RUSSEL, S.A.. “20 Years Later, The Craft Is More Than A Cult Classic”. Stories For Ghosts [Online]. [S.I.], junho de 2016. Disponível em http://storiesforghosts.com/20-years-later-craft-much-cult-classic. Acesso em 28/03/2018.

SALES, Marta Santos. “O processo de constituição da identidade na adolescência: trabalho, classe e gênero”. Psicologia & Sociedade [online]. Vol.26, núm. spe, pp.161-171, 2014.

SILVA, Eliezer Gomes da; SILVA, Eliane Borges da. “Raça, gênero, classe, igualdade e justiça: representações simbólicas e ideológicas do filme Crash, de Paul Haggis”. Sociedade e Cultura. [S.I.], vol. 12, núm. 2, pp. 311-323, julho-dezembro, 2009.

STUBBINS, Sinead. “We are the weirdos, mister: The Craft and the year of the teen witch”. The Av Club [Online]. Maio de 2016. Disponível em http://www.avclub.com/article/we-are-weirdos-mister-craft-and-year-teen-witch-234597. Acesso em 28/03/2018.

TURNER, Sarah E. “Disney Does Race: Black BFFs in the New Racial Moment”. Networking Knowledge. [S.I.], vol. 5, núm. 1, fevereiro 2012.

WIXSON, Heather. “Invoking the Spirit: THE CRAFT Redefined Teen Horror and a Generation of Outcasts”. Daily Dead [Online]. Maio de 2016. Disponível em https://daily .com/invoking-spirit-craft-redefined-teen-horror-generation-outcasts. Acesso em 28/03/2018.

YOONSOO, Kristen. “How the Cult Horror Classic 'The Craft' Nailed These 4 Iconic Scenes”. Complex [Online]. Maio de 2016. Disponível em http://www.complex.com/pop-culture/2016/05/the-craft-20-anniversary>. Acesso em: 28/03/2018.
Publicado
2020-09-22
Como Citar
Bulsing dos Santos, R. (2020). UMA ADOLESCENTE NEGRA PROTAGONISTA EM HOLLYWOOD: ANÁLISE DO FILME JOVENS BRUXAS. TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 9(2). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/3758
Seção
Dossiê - Potências políticas do pop: gênero e ativismo na cultura pop