A FIBRA DO RISÍVEL NAS SÉRIES HUMORÍSTICAS DA TERÇA NOBRE

Palavras-chave: Humor, terça nobre, fibra do risível, comicidade

Resumo

A partir de 1988 a TV Globo estabeleceu um padrão humorístico na faixa horária de programação denominada “Terça Nobre”, onde a série humorística apresenta uma fibra do risível perene, ou seja, elementos de roteiro e encenação que se repetem durante o tempo com fins a ensejar o riso. Apesar desta fibra se repetir, ela está em constante aprimoramento desde sua criação. Esse artigo se propõe a fazer um recorte do percurso histórico da fibra do risível em algumas séries que foram exibidas na “Terça Nobre”, presta-se a estudar, como foco, o conteúdo humorístico que utiliza de um padrão jornalístico para fazer sua piada. Como fundamentação teórica, utiliza o risível e a comicidade descrita por Bergson (1983 [1940]). Conclui-se que um dos elementos da fibra do risível perene na “Terça Nobre” é o fato das piadas-esquetes serem apresentadas como se fossem fatos jornalísticos reais, porém abordados com algum desvio de conteúdo. Trata-se de uma abordagem caricata de fatos possivelmente reais, apresentados em forma de notícia, porém, como dito, com proporções exageradas e desvios de conduta.

Biografia do Autor

Maicon Ferreira Souza, Unicentro
Professor da Unicentro de Comunicação Social.

Referências

Martins Fontes, 1940. (1). Tradução por Zahar Editores, 1983.

BARRETO, Juliano. Mussum Forévis: Samba, mée Trapalhões. São Paulo: Leya, 2014. 432 p.

BORIS, Georges Daniel Janja Bloc; CESÍDIO, Mirella de Holanda. Mulher, corpo e subjetividade: uma análise desde o patriarcado à contemporaneidade. Revista Mal-estar e Subjetividade, Fortaleza, v. 7, n. 2, p.1-27, jan. 2007. Anual. Disponível em: . Acesso em: 15 jul. 2018.

CORRÊA, Mariza. Repensando a família patriarcal brasileira in Cadernos de Pesquisa Fundação Carlos Chagas, São Paulo, v. 1, n. 37, p.5-27, 1987.

(ORG.), SILVA, Tomaz Tadeu da; WOODWARD, Kathryn; HALL, Stuart. Identidade e Diferença: a perspectiva dos Estudos Culturais. Petrópolis, RJ: Vozes, 2000. 74-101 p.

SOUZA, José Carlos Aronchi de. Gêneros e formatos da Televisão Brasileira. 2. ed. São Paulo: Summus Editorial, 2015.
Publicado
2020-04-26
Como Citar
Souza, M. F., & Keila Grando, R. (2020). A FIBRA DO RISÍVEL NAS SÉRIES HUMORÍSTICAS DA TERÇA NOBRE. TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 9(1). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/3186
Seção
Artigos