MULHERES À BEIRA DO ABISMO: A CARNAVALIZAÇÃO, O GROTESCO E A TESSITURA DAS PERSONAGENS FEMININAS E DE EXPRESSÃO FEMININA NO CINEMA ALMODOVARIANO

Resumo

O corpus da pesquisa está delimitado à obra do cineasta Pedro Almodóvar e as categorias de análise, expostas no subtítulo do texto, são discutidas a partir do pensamento bakhtiniano. Este trabalho visa a discutir a presença dessas categorias na construção das personagens almodovarianas, tidas como transgressoras, que rompem com o maniqueísmo característico do estilo hollywoodiano, imprimindo um caráter de maior complexidade em sua constituição.

Biografia do Autor

Clédson Luciano Miranda dos Santos, UNIVERSIDADE ESTADUAL DO SUDOESTE DA BAHIA - UESB
Possui graduação em Filosofia (1998) e especialização em Filosofia Contemporânea (2001) pela Universidade Estadual de Santa Cruz - UESC. Mestre em Ciências Sociais (2009), com área de concentração em Sociologia (Sociologia da Arte, Sociologia do Cinema) pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP. Atualmente, é doutorando no Programa Educação e Contemporaneidade, da Universidade do Estado da Bahia - UNEB (campus I). É professor assistente B, em regime de Dedicação Exclusiva (DE), do Departamento de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia - DFCH/UESB, campus universitário de Vitória da Conquista. 

Referências

CARREGA, Jorge Manuel Neves. Aventuras em technicolor: paraliteratura e cinema transnacional na Europa Mediterrânea. Revista Tropos: comunicação, sociedade e cultura, Rio Branco, vol. 6, n. 2, p.1-13, dez., 2017.

CARLOS, Cássio S.; GUIMARÃES, Pedro M. Pedro Almodóvar: Volver (textos). São Paulo: Moderna, 2011. (Coleção Folha Cine Europeu, v. 6).

BAKHTIN, M. A cultura popular na Idade Média e no Renascimento: o contexto de François Rabelais. Trad. Yara F. Vieira. 6. ed. São Paulo: Hucitec; Brasília: Editora da UnB, 2008.

______. Problemas da poética de Dostoievski. Trad. Paulo Bezerra. 5. ed. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2010.

DISCINI, Norma. Carnavalização. In: BRAIT, Beth (org.). Bakhtin: outros conceitos-chave. São Paulo: Contexto, 2010.

LECHTE, John. Cinquenta pensadores contemporâneos essenciais: do estruturalismo à pós-modernidade. Trad. Fábio Fernandes. Rio de Janeiro: Difel, 2002.

MELO, Andréa Mota B. A presença feminina no cinema de Almodóvar. In: CAÑIZAL, Eduardo Peñuela (org.). Urdidura de sigilos: ensaios sobre o cinema de Almodóvar. 2. ed. rev. São Paulo: Annablume, Editora da ECA/USP, 1996.

SODRÉ, Muniz; PAIVA, Raquel. O império do grotesco. Rio de Janeiro: Mauad, 2002.

TAVARES, Mirian Nogueira. Douglas Sirk, Andy Wahrol e Corín Tellado: as presenças sempiternas na obra de Almodóvar. In: 4º Congresso SOPCOM, p.1066-1075, out., 2005, Aveiro. Livro de Actas da Conferência Internacional - Repensar os media: novos contextos da comunicação e da informação. Aveiro: 4o SOPCOM, 2005. Disponível em: http://www.bocc.ubi.pt/pag/tavares-miriam-douglas-sirk-andy-wahrol-corin-tellado.pdf. Acesso em: 02/05/2019.

Publicado
2019-07-09
Como Citar
Miranda dos Santos, C. L. (2019). MULHERES À BEIRA DO ABISMO: A CARNAVALIZAÇÃO, O GROTESCO E A TESSITURA DAS PERSONAGENS FEMININAS E DE EXPRESSÃO FEMININA NO CINEMA ALMODOVARIANO. TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 8(1). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/2529
Seção
Dossiê