NARRANDO A AMAZÔNIA: PALAVRA COMO NOMEAÇÃO, CRIAÇÃO E MORADA

Autores

  • Poliana de Melo Nogueira Universidade Federal do Acre

Resumo

Este estudo tem por objetivo discutir narrativas de viajantes, cientistas e literatos que ao realizarem seus estudos, observações, registros e intervenções colaboraram para a construção de um objeto linguístico que caracterizaria rios, terras e pessoas sobre o signo amazônico. Com este fim, dialogo com autores como Albuquerque Júnior (2012), Albuquerque (2016), Nenevé e Sampaio (2015), Hardman (2009), Murari (2007), Lima e Botelho (2016) e Hall (2016. As conclusões desta pesquisa nos levam a uma compreensão desse processo de invenção, bem como, refletir sobre as possibilidades de (re)invenção do que se constituiu como Amazônia.

Downloads

Publicado

2021-12-31