Hoje não tem ovo goro: apontamentos sobre cuidado com trabalhador e no ambiente de trabalho da Santa Casa de Misericórdia de Maceió, em 1961.

Autores

Resumo

 A partir de processos trabalhistas de duas funcionárias, Ana Maria da Conceição e Ascendina Silva Santos,  e da Santa Casa de Misericórdia de Maceió no Acervo do Memorial Pontes de Miranda do TRT da 19ª região busca-se  delinear práticas de cuidado com o trabalhador e sobre o ambiente de trabalho. O processo em questão discorre sobre a demissão das trabalhadoras e sua no caso do processo empreendido pela empresa, e no das funcionárias sua readmissão. O processo torna-se especialmente importante na medida em que revela as medidas de cuidado com o trabalhador tomadas pelo hospital, especialmente a alimentação, que torna-se o principal tema de discussão do processo. A alimentação juntamente com o ambiente qual elas estavam inseridas, inferido a partir dos testemunhos no processo, são indicativos importantes de como as medidas de cuidado com o trabalhador e modernização, presente na CLT e bibliografia apropriada, são colocadas em prática e vocalizada pelos trabalhadores.

Biografia do Autor

Pedro Paulo Moraes, UFAL- Universidade Federal de Alagoas

Graduando do curso de História Bacharelado UFAL.

Referências

Fontes

Acervo do Memorial Pontes de Miranda. Junta de Conciliação e Julgamento de Maceió. Ano de 1961, processo n. 277.

Acervo do Memorial Pontes de Miranda. Junta de Conciliação e Julgamento de Maceió. Ano de 1961, processo n. 288.

Bibliografia

ALVES, J. M. - “Reinventando” o trabalhismo nos anos 1950: A 'missão pedagógica’ da política estatal no segundo governo Vargas. PASSAGENS: REVISTA INTERNACIONAL DE HISTÓRIA POLÍTICA E CULTURA JURÍDICA, v. 5, p. 142-160, 2013.

Decreto-Lei 5.452 de 1º de maio de 1943. Disponível em: http://www2.camara.leg.br/legin/fed/declei/1940-1949/decreto-lei-5452-1-maio-1943-415500-publicacaooriginal-1-pe.html Acesso em: 22 de ago.

FRACCARO, G. C. C. O trabalho feminino sob o olhar estrangeiro Relatório de Mary M. Cannon ao Departamento do Trabalho dos Estados Unidos, 1943. Revista Mundos do Trabalho, v. 2, p. 336-352, 2010

GOMES, A. M. C. Ideologia e trabalho no Estado Novo. In: Dulce Pandolfi. (Org.). Repensando o Estado Novo. 1ed.Rio de janeiro: Ed. FGV, 1999, v. 1, p. 53-72.

GOMES. A . M. C. ; SILVA, F. T.( Direitos Sociais e Humanos dos Trabalhadores no Brasil: A título de Apresentação In: Gomes. A . M. C. ; SILVA, F. T. (Org) A justiça do trabalho e sua história: Os direitos dos Trabalhadores no Brasil. Campinas: Editora da Unicamp, 2013.

MATTOS, M.B. Trabalhadores e Sindicatos no Brasil. Rio de Janeiro: Vício de Leitura, 2002

MOREL, R. L. M. ; PESSANHA, E. G. F. . A justiça do trabalho. In: Tempo Social (USP. Impresso), v. 19, p. 87-109, 2007.

QUEIROZ, A. Episódios da história das Alagoas. Maceió: Editora CBA, 2017.

VERÇOSA, E. de G. Cultura e Educação nas Alagoas: História, Histórias. Maceió: EDUFAL, 1997.

Downloads

Publicado

2021-11-22