DIVISÃO DO TRABALHO E MOBILIDADE INTERNACIONAL

Resumo

 

Introdução: Com o abalo sísmico em janeiro de 2010 o Haiti passou a sofrer uma crise humanitária devido ao colapso socioeconômico e ambiental decorrente do terremoto. Em consequência disso, constatou-se forte fluxo migratório de haitiano para o Brasil e nova adoção de estratégias pelo capital em absorção da mobilidade laboral migrante no mercado de trabalho brasileiro. Dentre esses destinos ganha contorno a “nova divisão internacional do trabalho” em território brasileiro, com a absorção dos fluxos migratórios internacionais. Objetivo: O objetivo desse trabalho é mapear a mobilidade de haitianos no Brasil enquanto força de trabalho para o capital nacional. Metodologia: Procedimentos de revisão bibliográfica, mapeamento migratório com indicadores qualitativos e quantitativos são realizados para obter a cartografia social no contexto das migrações internacionais. Resultados: A superexploração da mão de obra estrangeira, agencia levas migratórias como “mão de obra excedente” e incorpora a “morfologia social do trabalho”, “colaboradores” provenientes, sobretudo, dos denominados “países periféricos”, assolados pelo pauperismo estrutural de sua conjuntura política, econômica, quase sempre, envolto em disputas belicistas, ou em esforços de recuperação sobre forte embargo econômico. Considerações Finais: Tal mobilidade do trabalho é propicia ao cinturão fabril agroexportador brasileiro, silentes diante das políticas migratórias e os equivalentes direitos sociais assegurados aos trabalhadores e trabalhadoras em estado de refúgio social no Brasil.

Biografia do Autor

Thirson Rodrigues Medina, Bolsista do Grupo PET Geografia da UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE

Graduado em Geografia modalidade Bacharelado, Bolsista do Programa de Educação Tutorial PET/Geografia  UFAC.

José Alves, Tutor do Grupo PET Geografia-UFAC Docente do Curso de Licenciatura e Bacharelado em Geografia da Universidade Federal do Acre

Tutor do Grupo do Programa de Educação Tutorial do Curso de Geografia da Universidade Federal do Acre

Docente do curso de Licenciatura e Bacharelado em Geografia da Universidade Federal do Acre

Publicado
2019-11-02
Como Citar
Medina, T. R., & José Alves. (2019). DIVISÃO DO TRABALHO E MOBILIDADE INTERNACIONAL. ARIGÓ - Revista Do Grupo PET E Acadêmicos De Geografia Da Ufac, 2(1), 8. Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/arigoufac/article/view/3037