EFEITO RESIDUAL DA ADUBAÇÃO COM NPK NA CULTURA DO MILHO

  • Charniele Freitas da Costa
  • Joab Ferreira de Souza
  • Falberni de Souza Costa
  • Kecy Dhones Monteiro Marques
  • Sebastiana de Oliveira Amorim https://orcid.org/0000-0001-8196-2014
  • Railene Lima da Cruz
  • Alana Silva de Souza
  • Gabriela do Nascimento Souza
  • João Paulo Marim Sebim https://orcid.org/0000-0002-2188-180X
  • Cleilson Dourado da Silva Júnior
  • Arthur Uially da Silva Santos
  • Leonardo Barreto Tavella

Resumo

Introdução: O milho apresenta grande importância socioeconômica e geralmente é cultivado em sucessão há outras culturas, na qual a adubação residual do cultivo anterior pode interferir em seu rendimento, pela indisponibilidade de nutrientes no solo devido a extração dos minerais pela cultura antecessora. Objetivo: avaliar o efeito residual do NPK, após sua aplicação em base e cobertura na cultura da mandioca, sobre o desenvolvimento e produtividade do milho. Métodos: O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com 4 repetições. Os tratamentos foram constituídos por 6 formas de parcelamento (T1 (controle) - Calcário; T2 - Calcário | K+P 100% no plantio | N 100% aos 30 dias após o plantio (DAP); T3 - Calcário | K+P 50% no plantio e 50% aos 60 DAP | N 50% aos 30 e 60 DAP; T4 - Calcário | K+P 50% no plantio e 50% aos 90 DAP | N 50% aos 30 e 90 DAP; T5 - Calcário | K+P 50% aos 30 DAP e 50% aos 90 DAP | N 50% aos 30 e 90 DAP; T6 - Calcário | K+P 50% aos 60 DAP e 50% aos 120 DAP | N 50% aos 60 e 120 DAP). Foram avaliados a massa de 100 grãos (g); Massa de grão por espiga (g); produtividade (kg ha-1). As variáveis foram submetidas à análise de variância pelo teste F e as médias comparadas pelo teste de Tukey a 5%. Resultados: O parcelamento da adubação na cultura antecessora não apresentou diferenças significativas entre as variáveis analisadas, porém em termos absolutos a adubação fornecida em (T6), apontou os melhores resultados para as variáveis massa de 100 grãos (26,13 g), massa de grão por espiga (84,43 g) e produtividade (4.388,58 kg ha-1). Conclusão: A adubação parcelada em dois momentos aos 60 e 120 DAP na cultura da mandioca apresenta os melhores resultados, e pode ser considerado adequado para a cultura do milho (sequencial).

Publicado
2019-11-03
Como Citar
Charniele Freitas da Costa, Joab Ferreira de Souza, Falberni de Souza Costa, Kecy Dhones Monteiro Marques, Sebastiana de Oliveira Amorim, Railene Lima da Cruz, Alana Silva de Souza, Gabriela do Nascimento Souza, João Paulo Marim Sebim, Cleilson Dourado da Silva Júnior, Arthur Uially da Silva Santos, & Leonardo Barreto Tavella. (2019). EFEITO RESIDUAL DA ADUBAÇÃO COM NPK NA CULTURA DO MILHO. ARIGÓ - Revista Do Grupo PET E Acadêmicos De Geografia Da Ufac, 2(1), 12. Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/arigoufac/article/view/3023