“OS IGUAIS MATAM OS IGUAIS” E A INSEGURANÇA EM RIO BRANCO

  • Vitória Correia de Oliveira Universidade Federal do Acre - UFAC
  • Rubicleis Gomes da Silva Universidade Federal do Acre - UFAC

Resumo

O presente livro leva a importantes indagações, quais fatores interferem na percepção de segurança em Rio Branco? Quais as características desses fatores? Ao responder essas indagações, tem-se como finalidade mensurar o nível de segurança da população de Rio Branco, bem como identificar o perfil das vítimas e autores, e os determinantes do modus operandi. De forma mais específica, o objetivo do presente trabalho é identificar o perfil das vítimas e dos autores de homicídios em Rio Branco no período de 2013 a 2015, e reconhecer a percepção de segurança pública através da manifestação da população rio-branquense no mês de setembro de 2018.

Publicado
2019-10-26
Como Citar
Vitória Correia de Oliveira, & Rubicleis Gomes da Silva. (2019). “OS IGUAIS MATAM OS IGUAIS” E A INSEGURANÇA EM RIO BRANCO. ARIGÓ - Revista Do Grupo PET E Acadêmicos De Geografia Da Ufac, 2(1), 32-34. Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/arigoufac/article/view/3001