CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE EM AÇÃO

O LEGADO DE RUDOLF STEINER

  • Francine Marcondes Castro Oliveira Universidade Estadual de Maringá
  • cristinadeamorimmachado Universidade Estadual de Maringá
  • ouridessantinfilho Universidade Estadual de Maringá
  • valdenisolianifranco Universidade Estadual de Maringá
Palavras-chave: Palavras-chave: Rudolf Steiner. Ciência e espiritualidade. Antroposofia. Pedagogia Waldorf.

Resumo

Objetivou-se examinar a interação entre ciência, espiritualidade e realizações no percurso de vida de Rudolf Steiner, bem como os impactos desta relação na convivência da obra do autor com a comunidade acadêmica. Para isso, procedeu-se a um exame sistemático de diversas biografias de Steiner, bem como uma coleta de dados em algumas de suas principais produções nos campos da agricultura, da pedagogia, da arquitetura, da farmácia e da medicina. Os dados coletados foram associados a averiguações sobre o estado de desenvolvimento de iniciativas antroposóficas no Brasil e no mundo. Constatou-se que há simbiose entre ciência e espiritualidade na obra de Steiner, e que essa relação foi produtiva, a despeito de resistências da comunidade acadêmica.

Biografia do Autor

Francine Marcondes Castro Oliveira, Universidade Estadual de Maringá

Doutora em Educação para a Ciência e a Matemática pela Universidade Estadual de Maringá (UEM).

cristinadeamorimmachado, Universidade Estadual de Maringá

Doutora em Letras pela PUC-Rio. Professora do Departamento de Fundamentos da Educação da UEM.

ouridessantinfilho, Universidade Estadual de Maringá

Doutor em Ciências pela USP. Professor do Departamento de Química da UEM.

valdenisolianifranco, Universidade Estadual de Maringá

Doutor em Matemática pelo ICMC/USP - São Carlos. Professor do Departamento de Matemática da UEM.

Referências

REFERÊNCIAS

ANTHROPOSOPHIE. Kunste & Architektur. Rudolf Steiner als Architekt: das erste Goetheanum von oben. 2018. Disponível em: https://www.anthroposophie.ch/de/kuenste-architektur/themen/artikel/architektur/rudolf-steiner-als-architekt.html. Acesso em: 5 maio 2018.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE AGRICULTURA BIODINÂMICA. Normas Demeter de produção. Disponível em: https://biodinamica.org.br/5/certificacao/78-normas-demeter-de-producao. Acesso em: 4 maio 2018.

BACH JUNIOR, Jonas. A pedagogia Waldorf como educação para a liberdade: reflexões a partir de um possível diálogo entre Paulo Freire e Rudolf Steiner. 2012. 409 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Federal do Paraná, UFPR, Curitiba, PR, 2012.

BELTLE, E.; VIERL, Kurt. Nós convivemos com Rudolf Steiner. São Paulo: Antroposófica, 2006.

BIBLIOTECA VIRTUAL DA ANTROPOSOFIA. Escolas Waldorf: Brasil. Disponível em: http://www.antroposofy.com.br/wordpress/escolas-waldorf-2/escolas-waldorf/. Acesso em: 28 mar. 2016.

BRAGA, Raquel Dias Vieira. Goetheanum, arquitetura enquanto metamorfose. 1999. 200 f. Dissertação (Mestrado em Arquitetura e Urbanismo) – Universidade de São Paulo, USP, São Paulo, SP, 1999, p. 82.

BRASIL. Conselho Federal de Farmácia. Resolução n. 465, de 24 de julho de 2007. Dispõe sobre as atribuições do farmacêutico no âmbito da Farmácia Antroposófica e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, n. 158, 16 ago. 2007. Seção 1, p. 95.

BRASIL. Ministério da Saúde. Portaria n. 1.600 de 17 de julho de 2006. Aprova a constituição do observatório das experiências de medicina antroposófica no Sistema Único de Saúde (SUS). Diário Oficial [da] República Federativa do Brasil, Brasília, DF, n. 136, 18 jul. 2006. Seção 1, p. 65.

CARDOSO, Jacira. Prefácio. In: STEINER, Rudolf. Minha vida: a narrativa autobiográfica do fundador da antroposofia. São Paulo: Antroposófica, 2006, p. 17-18.

FACULDADE RUDOLF STEINER. Site oficial. Disponível em: http://faculdaderudolfsteiner.com.br/faculdade-rudolf-steiner/. Acesso em: 5 maio 2018.

FREUNDE DER ERZIEHUNGS KUNST RUDOLF STEINER. Waldorf World List. Disponível em: https://www.freunde-waldorf.de/en/waldorf-worldwide/waldorf-education/waldorf-world-list/. Acesso em: 17 maio 2016.

GOETHE, J. W. A metamorfose das plantas. 4. ed. São Paulo: Antroposófica, 2005.

HEMLEBEN, Y. Rudolf Steiner. 2. ed. São Paulo: Antroposófica, 1989.

KIENLE, Gunver S. et al. Medicina antroposófica: um sistema de medicina integrativa originado na Europa. Arte Médica Ampliada, São Paulo, v. 35, n. 1, p. 7-19, jan.-mar. 2015.

MEYER, Rudolf. Quem era Rudolf Steiner? São Paulo: Associação Pedagógica Rudolf Steiner, 1969.

MOLT, Emil. A fundação da escola Waldorf. In: BELTLE, Érika; VIERI, Burt (Org.). Nós convivemos com Rudolf Steiner. São Paulo: João de Barro, 2006, p. 57-72.

O DESAFIO de Rudolf Steiner: parte 1. Produção de: Sue Smee. 2012. 1 DVD (93 min.). Disponível em: https://www.youtube.com/watch?v=rXF3rGCKDLo. Acesso em: 6 maio 2018.

PLATO, Bodo von. A escola de ciência espiritual e o movimento antroposófico. In: KÜBL, Johannes; PLATO, Bodo von; ZIMMERMANN, Heinz. A escola de ciência espiritual: Goetheanum. São Paulo: Antroposófica, 2014.

SEDDON, Richard (Coord.) Rudolf Steiner. São Paulo: Madras, 2007. (Coleção Mestres do esoterismo ocidental).

SCIALABBA, Nadia El-Hage. Foreword. In: LOCKERETZ, Wiliam (Ed.). Organic farming: na international history. Oxfordshire, OX: CABI Head Office; Cambrige, MA: CABI North American Office, 2007, p. ix-xi.

SOCIEDADE ANTROPOSÓFICA BRASILEIRA. Weleda. Disponível em: http://www.sab.org.br/farm/wel1.htm. Acesso em: 6 maio 2018.

STEINER, Rudolf. Fundamentos da agricultura biodinâmica: vida nova para a terra. 3. ed. São Paulo: Antroposófica, 2010.

STEINER, Rudolf. Minha vida: a narrativa autobiográfica do fundador da antroposofia. São Paulo: Antroposófica, 2006.

STEINER, Rudolf. A arte da educação I: o estudo geral do homem: uma base para a pedagogia. 3. ed. São Paulo: Antroposófica, 2003a.

STEINER, Rudolf. A arte da educação II: Metodologia e didática. 2. ed. São Paulo: Antroposófica, 2003b.

STEINER, Rudolf. A filosofia da liberdade: fundamentos para uma filosofia moderna: resultados com base na observação pensante, segundo método das ciências naturais. São Paulo: Antroposófica, 2000.

STEINER, Rudolf. A arte da educação III: Discussões pedagógicas. São Paulo: Antroposófica, 1999.

STEINER, Rudolf. Arte e estética segundo Goethe: Goethe como inaugurador de uma estética nova. 2. ed. São Paulo: Antroposófica, 1998a.

STEINER, Rudolf. Verdade e ciência: prelúdio a uma "filosofia da liberdade". São Paulo:
Antroposófica, 1985.

STEINER, Rudolf. A obra científica de Goethe. São Paulo: Antroposófica, 1984.

STEINER, Rudolf. O conhecimento dos mundos superiores: a iniciação. São Paulo: Antroposófica, 1983.

STEINER, Rudolf; WEGMAN, Ita. Elementos fundamentais para uma ampliação da arte de curar: segundo os conhecimentos da ciência espiritual. 3. ed. São Paulo: Antroposófica; São Paulo: Associação Brasileira de Medicina Antroposófica, 2007.

STINNER, D. H. The Science of organic farming. In: LOCKERETZ, Wiliam (Ed.). Organic farming: na international history. Oxfordshire, OX: CABI Head Office; Cambrige, MA: CABI North American Office, 2007, p. 40-72.

ULLRICH, Heiner. Rudolf Steiner (1861-1925). Prospects: the quarterly review of comparative education. Paris, UNESCO: International Bureau of Education, vol.XXIV, no. 3/4, 1994, p. 555-572. Disponível em: http://www.ibe.unesco.org/sites/default/files/steinere.pdf. Acesso em: 5 maio 2018.

VEIGA, Marcelo da. A obra de Rudolf Steiner: orientação geral sobre a obra e explanações introdutórias dos livros básicos. São Paulo: Antroposófica, 1994.

WEGMAN, Ita. Prefácio. In: STEINER, Rudolf; WEGMAN, Ita. Elementos fundamentais para uma ampliação da arte de curar: segundo os conhecimentos da ciência espiritual. 3. ed. São Paulo: Antroposófica; São Paulo: Associação Brasileira de Medicina Antroposófica, 2007.

WELBURN, Andrew. A filosofia de Rudolf Steiner e a crise do pensamento contemporâneo. São Paulo: Madras, 2005.

WELEDA. Desde 1921: Weleda, uma empresa inspirada pela antroposofia. Disponível em: https://www.weleda.com.br/weleda/nossa-heranca/desde-1921. Acesso em: 09 maio 2017.

WILSON, Colin. Rudolf Steiner: o homem e sua visão. São Paulo: Martins Fontes, 1988.

WILAMOWITZ-MOELLENDORFF, Erdmann von. O acervo Nietzsche na biblioteca Herzogin Anna Amália em Weimar. Revista de Filosofia Aurora, Curitiba, v. 20, n. 27, p. 367-381, jul./dez. 2008.

ZIMMERMANN, Heinz. O caráter da escola de ciência espiritual. In: KÜBL, Johannes; PLATO, Bodo von; ZIMMERMANN, Heinz. A escola de ciência espiritual: Goetheanum. São Paulo: Antroposófica, 2014, p. 15-26.

ZIMMERMANN, Peter. A situação legal e política da medicina antroposófica em nível mundial: uma declaração de posicionamento. Arte Médica Ampliada, São Paulo, v. 33, n. 2, 54-62, abr.-jun. 2013.

ZWEIG, Stefan. Autobiografia: o mundo de ontem. Rio de Janeiro: Zahar, 2014.
Publicado
2020-05-25
Como Citar
Marcondes Castro Oliveira, F., de Amorim Machado, C., Santin Filho, O., & Soliani Franco, V. (2020). CIÊNCIA E ESPIRITUALIDADE EM AÇÃO: O LEGADO DE RUDOLF STEINER. South American Journal of Basic Education, Technical and Technological , 7(1), 583-606. Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/SAJEBTT/article/view/2772
Seção
Artigos de Revisão