A LITERATURA INFANTIL DE TEMÁTICA AFRICANA E AFRO-BRASILEIRA E A CONSTRUÇÃO IDENTITÁRIA DAS CRIANÇAS

UMA ANÁLISE DA LITERATURA NOS ANOS INICIAIS DAS ESCOLAS DE RIO BRANCO

  • Edwardy Oliveira Benício de Melo Universidade Federal do Acre (Ufac)
  • Liliana Piedade de Oliveira Universidade Federal do Acre

Resumo

O presente trabalho teve o objetivo de analisar se a literatura infantil distribuída nos anos iniciais das escolas de Rio Branco contribui com a construção identitária positiva das crianças. Para tanto, investigou-se a presença de produções literárias com a temática africana e afro-brasileira nas bibliotecas das escolas da rede de Educação Básica. Ademais, buscou-se verificar se essas produções literárias expressam uma representação positiva para crianças negras e brancas de forma que contribui no processo de construção de suas identidades. Como aporte teórico foram utilizados Castells (1999) e Gomes (2005) para falar sobre a construção da identidade de crianças negras e Debus (2017) como referência sobre a temática afro-brasileira e africana nas produções literárias desenvolvidas para público infantil. foi utilizada a análise dos registros fotográficos dos acervos das bibliotecas escolares, realizados durante a pesquisa do Observatório de Discriminação Racial da Universidade Federal do Acre – ODR/Ufac (2018-2020), bem como o trabalho de pesquisadoras como Martinhago (2016) e Oliveira (2008) a fim de fazer o levantamento sobre a presença ou ausência de livros que busquem, representar personagens negros em papéis de destaque ou que tenham o objetivo de desconstrução do racismo estrutural.

 

PALAVRAS-CHAVE: Literatura de temática africana e afro-brasileira. Lei 10.639/2003. Identidade negra.

Publicado
2020-11-18