A GUERRA CONTRA O ENVELHECIMENTO: UMA ANÁLISE DOS ESPAÇOS DE BELEZA NA REVISTA CLAUDIA (1997-2010)

Palavras-chave: Envelhecimento corporal, Gênero, Revista Claudia

Resumo

O presente artigo apresenta uma análise discursiva das representações da velhice em interface com a temática do “combate do envelhecimento” nos espaços de beleza da revista Claudia, desvelando como ocorrem tais representações e quais os seus significados. Foram considerados 46 textos e suas respectivas imagens nas edições de Janeiro 1997 a Outubro de 2010. Com base na Análise Semiolinguística do Discurso, o material apontou o uso de metáforas bélicas, da inserção de vozes de autoridade e da modalização do discurso, de maneira a ultrapassar o domínio do aconselhamento, tornando-se imperativo. Pela proposta de “combate” integral e ininterrupto do envelhecimento, as mulheres são convocadas a não envelhecer e a não se mostrarem envelhecidas. Diante da normatividade dos padrões de beleza pautados na juventude, conclui-se que a revista perpetua as concepções tradicionais de gênero, fornecendo a noção de envelhecimento como inimigo da mulher e, oferecendo àquelas que seguirem suas orientações, uma oportunidade de alcançarem a juventude eterna.

Biografia do Autor

Débora Pires Teixeira, Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro

Graduada em Economia Doméstica pela UFV (2001-2005), Especialista em Gestão Estratégica e Qualidade pela Universidade Cândido Mendes - UCAM (2009), Mestre (2007-2009) e Doutora (2017-2019) em Economia Doméstica pela UFV. Professora adjunta do Departamento de Economia Doméstica e Hotelaria da UFRRJ (2012 - atual), com foco de atuação em História da Moda e da Indumentária, Processo de Produção do Vestuário, Indústria de Confecção, Artesanato Têxtil, Envelhecimento, Velhice e Mídia. Atualmente leciona as disciplinas Indumentária I e II, Projeto Artístico de Indumentária e Processo de Produção do Vestuário para o curso de Licenciatura em Belas da UFFRJ, campus Seropédica/RJ.

Rita de Cássia Pereira Farias, Universidade Federal de Viçosa

Doutora em Antropologia Social pela Universidade Estadual de Campinas.

Professora do Curso de Graduação em  Serviço Social e do Programa de Pós-Graduação em Economia Doméstica da Universidade Federal de Viçosa. Viçosa/MG.

Referências

BITTELBRUN, Gabrielle Vívian. O jornalismo de Claudia: tecnologias de normatização e cuidado de si da mulher. Dissertação (mestrado) - Universidade Federal de Santa Catarina, Centro de Comunicação e Expressão. Florianópolis, SC, 2011. 144 p. Disponível em: http://repositorio.ufsc.br/xmlui/handle/123456789/94722. Acesso em: 20 set. 2019.

CHARAUDEAU, Patrick. Discurso das mídias. São Paulo: Contexto, 2006.

CHARAUDEAU, Patrick. O discurso propagandista: uma tipologia. In: MACHADO, Ida Lucia; MELLO, Renato (Orgs.). Análises do Discurso Hoje, v. 3. Rio de Janeiro: Nova Fronteira (Lucerna), 2010, p.57-78.

CHARAUDEAU, Patrick. Os estereótipos, muito bem. Os imaginários, ainda melhor. SILVA, André Luiz Silva e ANGRISANO, Rafael Magalhães (Trads.). Entrepalavras, Fortaleza, v. 7, p. 571-591, jan./jun. 2017. Disponível em: http://dx.doi.org/10.22168/2237-6321.7.7.1.571-591.Acesso em: 20 set. 2019.

DE LAURETIS, Teresa. Através do espelho: mulher, cinema e linguagem. Estudos Feministas, v. 1, p. 96-122, Jan-Jun.1993. Disponível em: https://periodicos.ufsc.br/index.php/ref/article/view/15993. Acesso em: 12 de mai. 2019.

DEBERT, Guita Grin. A Reinvenção da Velhice: socialização e processos de reprivatização do envelhecimento. São Paulo: Edusp/Fapesb, 2004.

FARIAS, Rita de Cássia Pereira. Nos bastidores da moda: um estudo sobre representações de vestuário e de imagem corporal por um grupo de pré-adolescentes. Dissertação (mestrado) – Departamento de Economia Doméstica, Universidade Federal de Viçosa. Viçosa, Minas Gerais, 2004. Disponível em: http://www.locus.ufv.br/handle/123456789/9389. Acesso em: 24 nov. 2019.

GEERTZ, Cliford. A interpretação das culturas. Rio de Janeiro: Editora Guanabara Koogan. 1999.

GIDDENS, Anthony. As consequências da modernidade. São Paulo: UNESP, 1991.

LOBATO, Mayara Luma Maia. O envelhecimento na imprensa feminina brasileira: Apontamentos sobre os modos de representação da mulher idosa. Parágrafo, v. 5, n.1, p. 199-204, Jan/Jun. 2017. Disponível em: Acesso em: http://revistaseletronicas.fiamfaam.br/index.php/recicofi/article/view/445. 20 set. 2019.

LOURO, Guacira Lopes. Gênero e sexualidade: pedagogias contemporâneas. Pro-Posições. v.19, n.2. May/Aug. 2008. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/pp/v19n2/a03v19n2.pdf. Acesso em: 22 out. 2019.

LOURO, Guacira Lopes. Pedagogias da Sexualidade. In: LOURO, Guacira Lopes. O Corpo Educado. Pedagogias da Sexualidade, 2 ed. Autêntica: Belo Horizonte, 2000, p.7-34.

MENDES, Emília. Análise do discurso e iconicidade: uma proposta teórico-metodológica. Mendes, Emília et al. (Orgs). Imagem e discurso. Belo Horizonte: FALE/UFMG. 2013. p. 125-56.

MENDONÇA, Maria Luiza Martins; FERREIRA, Ceiça. Envelhecimento feminino, consumo e protagonismo. É a (voz da) vovozinha! Comunicação, mídia e consumo, v.11 n.32, p.119-136, set/dez. 2014. Disponível em: http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc/article/view/838. Acesso em: 20 set. 2019.

MIDIAKIT CLAUDIA. Mídia Kit Claudia, 2018. PubliAbril. Disponível em: http://publiabril.abril.com.br/midia_kits?page=2. Acesso em: 02 mai. 2019.

PIRES, André. Velhos em Revista: envelhecimento e velhice nas páginas de Claudia e Playboy (anos 80 e 90). Dissertação (mestrado) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas. Campinas/SP, 1998. Disponível em: http://repositorio.unicamp.br/jspui/handle/REPOSIP/282008. Acesso em: 20 set. 2019.

PIRES, André. O envelhecimento e as revistas voltadas para o público feminino. Monografia (graduação) – Instituto de Filosofia e Ciências Humanas, Universidade Estadual de Campinas. Campinas/SP, 1993.

PUBLIABRIL. Revista Claudia. PubliAbril. Disponível em: http://publiabril.abril.com.br/marcas/claudia. Acesso em: 02 mai. 2018.

SABAT, Ruth. Pedagogia cultural, gênero e sexualidade. Estudos Feministas, v.9 n.1, p.10-21, 2001. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ref/v9n1/8601.pdf. Acesso em: 20 set. 2019.

SIBILIA, Paula. O corpo velho como uma imagem com falhas: a moral da pele lisa e a censura midiática da velhice. Comunicação, mídia e consumo, São Paulo, a.9, v.9, n.26, p.83-114, nov. 2012. Disponível em: http://revistacmc.espm.br/index.php/revistacmc/article/view/345. Acesso em: 20 set. 2019.

STRIM, Cíntia. Educando o corpo feminino: saúde como um mais, corpo molecular e otimização da beleza na Revista Claudia. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Faculdade de Educação, Programa de Pós-Graduação em Educação, Porto Alegre, RS, 2011. Disponível em: https://lume.ufrgs.br/handle/10183/29935. Acesso em: 20 set. 2019.

WOLF, Naomi. O Mito da Beleza: como as imagens de beleza são usadas contra as mulheres. Rio de Janeiro: Rooco, 1992. 438 p.
Publicado
2020-06-05
Como Citar
Pires Teixeira, D., & Pereira Farias, R. de C. (2020). A GUERRA CONTRA O ENVELHECIMENTO: UMA ANÁLISE DOS ESPAÇOS DE BELEZA NA REVISTA CLAUDIA (1997-2010). TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 9(1). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/3474
Seção
Artigos