“OLHO NO LANCE”: A RELAÇÃO ENTRE MÍDIA E FUTEBOL

  • Wagner Barbosa Matias Universidade de Brasília
  • Fernando Mascarenhas
Palavras-chave: mídia; futebol; cotas de tv.

Resumo

o estudo realiza uma reflexão sobre a relação entre os meios de comunicação, especialmente a televisão, e o futebol. Para tanto, foi realizada revisão de literatura sobre o tema e levantamento de dados sobre valores tanto para os clubes como para a televisão dos direitos de transmissão. Isso foi realizado em sites especializados e jornais de grande circulação nacional. Observa-se que há uma simbiose entre mídia e futebol com uma dependência mútua. No que se refere a divisão de cotas de TV nota-se um movimento de “espanholização” do futebol brasileiro, altamente dependente dos recursos da televisão.

Biografia do Autor

Fernando Mascarenhas

Desde 2009, é professor da Universidade de Brasília (UnB). Foi presidente, entre 2005 e 2009, do Colégio Brasileiro de Ciências do Esporte (CBCE), associação científica representativa da área da Educação Física. Neste mesmo período, foi membro do Conselho Nacional de Esporte, vinculado ao Ministério do Esporte. Foi também, entre 2010 e 2012, coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação Física da UnB. No âmbito da produção científica, publicou em autoria e co-autoria vários trabalhos, dentre livros, capítulos de livro e artigos. Como professor, atuando no âmbito da graduação e da pós-graduação, desenvolve atividades de ensino, pesquisa e extensão vinculadas às linhas: Políticas de Esporte e Lazer; Educação Física, Formação e Trabalho. Integra o Avante - Grupo de Pesquisa e Formação Sociocrítica em Educação Física, Esporte Lazer da UnB. Atualmente é Editor Chefe da Revista Brasileira de Ciências do Esporte (RBCE) e Diretor da Faculdade de Educação Física da UnB.

Referências

BANCHI, Paula. HATJE, Marli. Mídia e esporte: os valores-notícia e suas repercussões na sociedade contemporânea. Motrivivência, ano nº 18, n° 27, 2006.
BETTI, M. Mídia e Educação: Análise da relação dos meios de comunicação de massa com a educação e os esportes. In: Seminário Brasileiro em Pedagogia do Esporte, 1998b, Bauru, Anais...Bauru: Seminário Brasileiro em Pedagogia do Esporte, 1998b._Esporte, televisão e espetáculo: o caso da TV a cabo. Conexões, Campinas, n.3, p. 74-91, 1999.
____________. Esporte na mídia ou esporte da mídia? Motrivivência, Florianópolis, v. 17, p. 107-111, 2002.
BRAVO, Guilherme Pigozzi; OLIVEIRA, Tiago Siqueira. O partido midiático: imprensa e construção da hegemonia no pensamento de Antonio Gramsci. In: VI Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, 2009, São Paulo, Anais...São Paulo: VI Seminário Internacional Teoria Política do Socialismo, 2009.
BRITTOS, Valério; SANTOS, Anderson David Gomes. Processos midiáticos do esporte: do futebol na mídia para um futebol midiatizado. Comunicação, mídia e consumo, vol. 9 n. 26 p. 173-190 nov. 2012.
BROHM, Jean-Marie. Sociología Política del Deporte. México: Fondo e Cultura Económica, 1982.
CHAS, Thiago Matos Prates; PELINSON, Fabiana. Direitos televisivos e a ousadia da gestão no futebol: O caso Benfica TV. In: VII Simpósio nacional da Associação Brasileira de Cibercultura, 2013, Curitiba. Anais...Curitiba: ABCIBER, 2013.
GASPARINO, Henrique. Estudo da transmissão esportiva na televisão brasileira. 2013. 75fls. Monografia (Graduação em Comunicação Social). Faculdade de Arquitetura, artes e comunicação social. UNIP, 2013.
GASTALDO, Édison Luís; Copa do Mundo no Brasil: a dimensão histórica de um produto midiático. Comunicação & Sociedade, São Bernardo do Campo, v. 25/ 41, p. 115-133, 2004.
____________. O 'país do futebol' mediatizado: mídia e Copa do Mundo no Brasil.
Sociologias, v. 22, p. 352-369, 2009.
____________. Uma Arquibancada Eletrônica: reflexões sobre futebol, mídia e sociabilidade no Brasil. Campos, Curitiba, PR, v. 6, p. 113-123, 2005.
HELAL, Ronaldo. A Lei, a Ordem e o Espetáculo: reflexões sobre a organização do futebol brasileiro. Cultura Vozes, Petrópolis, v. 92, n.02, p. 88-103, 1998.
LEITE JR., Emanuel. Cotas de televisão do Campeonato Brasileiro: apartheid futebolístico e risco de espanholização. Recife: Editora do autor, 2015.
MARTINS, Mariana Zuaneti. Aperfeiçoando o imperfeito: a ação sindical dos jogadores de futebol no período pós-lei Pelé. Campinas, 2016. 355f. Tese (Doutorado em Educação Física). Faculdade de Educação Física, UNICAMP, 2016.
MÉSZÁROS, István. Para além do capital: rumo a uma teoria da transição. Trad. de Paulo Cesar Castanheira e Sérgio Lessa. São Paulo: Boitempo, 2011.
NEVES, José. Uma economia do olhar: notas para uma história do futebol na era da televisão. In: LOPES, Felisbela; PEREIRA, Sara (Orgs.). A TV do futebol. Porto: Campo das Letras,2006.
POZZI, Luis; RIBEIRO, Carlos Henrique V. Esporte e Mídia. In: DA COSTA, Lamartine (org.). Atlas do esporte no Brasil. Rio de Janeiro. Conef, 2006.
PRONI, Marcelo Weishaupt. Esporte-espetáculo e esporte-empresa.Campinas, 1998. 275f. Tese (Doutorado em Educação Física) Faculdade de Educação Física, UNICAMP, 1998.
RIBEIRO JR. et al. O lado sujo do futebol: a trama de propinas, negociatas e traições que abalou o esporte mais popular do mundo. São Paulo: Planeta, 2014.
SAVENHAGO, Igor José Siquieri; Futebol na TV: evolução tecnológica e linguagem do espetáculo. Verso e Reverso, São Leopoldo, v. 25, n. 58, p. 22-31, 2011.
SILVA, Camile Luciane; MARCHI JUNIOR, Wanderley. In: ROESE, Gustavo; MYSKIW, Mauro (Orgs.). Mídia e esporte: temas contemporâneos. Novo Hamburgo: Feevale, 2010.
SILVA, Silvio Ricardo da. et. al. Levantamento da produção sobre futebol nas ciências humanas e sociais de 1980 a 2007. Belo Horizonte: Escola de Educação Física, Fisioterapia e Terapia Ocupacional/UFMG, 2009.Singer (1998)
SOARES, Edileuza. A bola no ar - o rádio esportivo em São Paulo. São Paulo: Summus, 1994.
Publicado
2019-11-14
Como Citar
Matias, W. B., & Mascarenhas, F. (2019). “OLHO NO LANCE”: A RELAÇÃO ENTRE MÍDIA E FUTEBOL . TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 8(2). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/2952
Seção
Artigos