NARRATIVAS SOBRE MULHERES LÉSBICAS NOS JORNAIS O RIO BRANCO E GAZETA DO ACRE/A GAZETA (1980-1990)

  • Samyr Alexssander Farias Leite Universidade federal do Acre
Palavras-chave: Lésbicas. Gênero. Sexualidade. LGBTIs. Amazônia acriana.

Resumo

O objetivo do presente artigo é demarcar alguns tratamentos específicos nos procedimentos de construção das notícias pelos jornais O Rio Branco e Gazeta do Acre/A Gazeta, no recorte entre 1980-1990, dados aos sujeitos do gênero feminino, especificamente mulheres cisgêneras, que não correspondiam com suas performances de gênero e sexualidade às convenções hegemônicas da heteronormatividade. Os dados
coletados em pesquisa monumental (documental) foram abordados pelo método qualitativo, visando à construção de análise que permitisse identificar os fatores influentes na formulação dos discursos heteronormativos, referentes às experiências de mulheres lésbicas, por meio das notícias e reportagens veiculadas nos jornais pesquisados. Um total de 06 narrativas jornalísticas são analisas, a partir do diálogo com as perspectivas teóricas e críticas de Adrienne Rich (2009), Judith Butler (2015), Guacira Lopes Louro (2000), Foucault (1988), Miskolci (2009), Fachinni (2009), Pedroso (2001), entre outros.

Biografia do Autor

Samyr Alexssander Farias Leite, Universidade federal do Acre
Formado em História pela Universidade Federal do Acre e atual mestrando em Letras (Linguagem e idetidades) pela UFAC.

Referências

Criminal no tratamento da violência sexual contra a mulher. Revista Seqüência, nº 50, p. 71-102, jul. 2005.
BUTLER, Judith. Problemas de Gênero: Feminismo e subversão da identidade. Tradução Renato Aguiar. 8. ed. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2015.
FACCHINI, Regina. Entre compassos e descompassos: um olhar para o “campo” e para a “arena” do movimento LGBT brasileiro. Bogoas, Natal, Vol. 3. Nº 04. pp. 131-158. Disponível em < https://periodicos.ufrn.br/bagoas/issue/view/190/showToc> Acesso em março de 2017.
FOUCAULT, Michel. História da Sexualidade I: A vontade de saber. Tradução de Maria Tthereza da Costa Albuquerque e J. A. Guilhon Albuquerque. Rio de Janeiro, Edições Graal, 1988.
HALL, Stuart. A Questão multicultural. In: SOVIK, Liv (org.). Da Diáspora: Identidades e mediações culturais. Tradução: Adelaine LaGuardia Resende et. al. Belo Horizonte, Editora UFMG, 2003.
LOURO, Guacira Lopes. Pedagogia da sexualidade. In: LOURO, Guacira Lopes (org.) O corpo educado: Pedagogias da sexualidade. 2ª ed. Tradução Tomaz Tadeu da Silva. Belo Horizonte: Editora Autentica, 2000. p. 07-34.
MARINHO, Altaíza Liane. Narrativas de papoucos, siribolos e pontapés: representações sobre prostituição em periódicos de Rio Branco. 2016. 104 f. Dissertação (Mestrado em Letras: Linguagem e identidades) – Universidade Federal do Acre. Rio Branco, 2016.
MISKOLCI, Richard. Teoria Queer: um aprendizado pelas diferenças. 2. ed. Belo Horizonte: Autêntica Editora: UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto, 2016.
LEITE, Samyr Alexssander Farias. “Sapatões”, “Gays”, “baitolas”, “meninas”, “bonecas”, “travestis”, “gilete”: Os discursos da heteronormatividade nos jornais O Rio Branco e Gazeta do Acre/A Gazeta (1980-1990). 2018. 158 f. Dissertação (Mestrado em Letras: Linguagem e Identidade) – Universidade Federal do Acre. Rio Branco, 2018.
SILVA, Wagner da Costa Silva; FONSECA, Fabiana Mesquita. A verdade na primeira linha: A construção do lide no jornalismo policial dos impressos A Tribuna e O Rio Branco. In: MENDES, Francielle Maria Modesto (org.). Pesquisa em comunicação: Registros, Olhares e Narrativas. Rio de Janeiro: Editora AMC Guedes, 2015. p. 182-211.
RICH, Adrienne. Heterossexualidade compulsória e existência lésbica. Revista Bagoas, Natal, v. 4 n. 5, pag. 17-44, 2010. Disponível em:. Acesso em: 27 jul. 2019.
NARRATIVAS JORNALÍSTICAS
POLÍCIA estraga tórrido amor de duas sapatões. O Rio Branco, Rio Branco, 17 abr. 1986, edição 2804.
SAPATÕES enciumadas são presas após tentar matar menor. O Rio Branco, Rio Branco, 15 jun. 1986, edição 2826.
TARADOS estupram sapatão na ponte. O Rio Branco, Rio Branco, p. 08, 15 nov. 1988, edição 3558.
TARADOS atacam grupo de três mulheres, uma da PM. A Gazeta, Rio Branco, p. 07, 06 abr. 1989, edição 997.
MERETRIZ espanca lésbica que lhe passou cantada. A Gazeta, Rio Branco, 15 jun. 1989, edição 1056.
SAPATÕES lutam no forró por ciúmes demais. A Gazeta, Rio Branco, 12 nov. 1989, edição 1204.
Publicado
2019-11-18
Como Citar
Farias Leite, S. A. (2019). NARRATIVAS SOBRE MULHERES LÉSBICAS NOS JORNAIS O RIO BRANCO E GAZETA DO ACRE/A GAZETA (1980-1990). TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 8(2). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/2890
Seção
Artigos