“DOIS IDEAIS EM GUERRA EM UM SÓ CORPO ESCURO”: IDENTIDADES NEGOCIADAS EM INFILTRADO NA KLAN

  • Jaine Araújo da Silva Universidade Federal do Acre
  • Giselle Xavier D'Ávila Lucena
Palavras-chave: Análise fílmica; identidades; Infiltrado na Klan; polícia; negros.

Resumo

O presente trabalho tem como objeto de estudo o filme Infiltrado na Klan, lançado em 2018. Dirigida por Spike Lee, a obra trata de questões raciais, focando nos Estados Unidos da América. Aqui, busca-se compreender como Lee articula as identidades ─ individual e social ─ do protagonista da trama, o primeiro policial negro de Colorado Springs, Ron Stallworth, que se infiltra na organização supremacista branca Ku Klux Klan na década de 1970. Para isso, a metodologia adotada é a Análise fílmica, a partir de Manoela Penafria (2009). Trabalham-se os conceitos de raça, racismo, e identidade individual e social com base nas considerações de Stuart Hall (2016), Lilia Schwarcz (2012), Silvio Almeida (2018), Clara Santos (2005), entre outros. Como resultado, pode-se concluir que as identidades de Ron são postas em conflito durante o filme, mas o protagonista não abre mão de nenhuma em detrimento da outra, apenas estabelece negociações entre elas. Apesar disso, é a identidade individual que dá o tom da trama, já que Ron não pode fugir da marcação racial que lhe é imposta, além de ter muito orgulho e comprometimento com o que ele chama de “meu povo”, ao referir-se aos negros. O protagonista é marcado como diferente por seus colegas policiais, mas, talvez pelo fato do filme ser dirigido por um homem negro ciente da condição social dos negros, Ron não é construído com base em estereótipos, mas como alguém fiel a seus objetivos e princípios, dotado de capacidade e inteligência.

Biografia do Autor

Jaine Araújo da Silva, Universidade Federal do Acre
Graduanda do curso de Comunicação Social com habilitação para Jornalismo da Universidade Federal do Acre.

Referências

ARGEMON, Rafael. Por que Spike Lee ficou tão irritado com o Oscar de 'Green Book'? Disponível em: . Acesso em: 25 mai. 2019.

AGUIAR, Ione. Spike Lee irá boicotar Oscar 2016 por falta de diversidade nas indicações. Disponível em: . Acesso em: 25 mai. 2019.

GILROY, Paul. O Atlântico negro: modernidade e dupla consciência. São Paulo: Editora 34. 2012.

HALL, Stuart. A identidade cultural da pós-modernidade. 10ª edição. DP&A Editora. 2006.

HALL, Stuart. Cultura e representação. Rio de Janeiro: PUC Rio: Apicuri, 2016.

INFILTRADO na Klan. Direção de Spike Lee. Nova York: Blumhouse Productions, Monkeypaw Productions, QC Entertainment, Legendary Entertainment. 2018. 2h16.

KELLNER, Douglas. A Cultura da mídia – estudos culturais: identidade e política entre o moderno e o pós-moderno. Bauru, SP: EDUSC, 2001.

MUNANGA, Kabengele. Uma abordagem conceitual das noções de raça, racismo, identidade e etnia. Disponível em: . Acesso em: 19 ago. 2019.

NAVARRO, Roberto. Quem foram os Panteras Negras? Super Interessante. 13 mar. 2019. Disponível em: . Acesso em: 20 set. 2019.

SANTOS, Clara. A Construção Social do Conceito de Identidade Profissional. Revista Interações: Sociedade e as novas modernidades. 5, 8 (Abr. 2005). Disponível em: . Acesso em: 10 ago. 2019.

SANTOS, Eufrázia C. Menezes. Resenha de O Atlântico negro. In: Revista de Antropologia, São Paulo, USP, 2002. Disponível em: . Acesso em: 17 ago. 2019.

SCHWARZ, Lilia. Moritz. Nem preto nem branco, muito pelo contrário. Cor e raça na sociabilidade brasileira. São Paulo: Claro Enigma, 2012.
SENRA, Ricardo. 'Sou nazista, sim': o protesto da extrema-direita dos EUA contra negros, imigrantes, gays e judeus. Disponível em: . Acesso em: 18 jun. 2019.

SILVA, Tomaz Tadeu da. Identidade e diferença: a perspectiva dos estudos culturais / Tomaz Tadeu da Silva (org.). Stuart Hall, Kathryn Woodward. 12. ed. ― Petrópolis, RJ: Vozes, 2012.
Publicado
2019-11-06
Como Citar
Araújo da Silva, J., & D’Ávila Lucena, G. X. (2019). “DOIS IDEAIS EM GUERRA EM UM SÓ CORPO ESCURO”: IDENTIDADES NEGOCIADAS EM INFILTRADO NA KLAN. TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 8(2). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/2881
Seção
Artigos