UM OLHAR SEMIÓTICO SOBRE O CONTO A VENDEDORA DE FÓSFOROS: NOVAS POSSIBILIDADES DE LEITURA LITERÁRIA EM SALA DE AULA

Resumo

Este trabalho trata de uma “conversa”, entre professores, a respeito da missão de levarmos, à nossa sala de aula, a infinitude de saberes e sentidos presentes nos livros. Porém, é ciente entre nós, professores de língua portuguesa, o pensamento de que promover o letramento literário ainda é um constante desafio, visto que o trabalho com a palavra exige um esforço, um olhar voltado para o que está sendo dito no texto. Dessa forma, esse trabalho visa apresentar um caminho metodológico para a leitura literária a partir dos subsídios semióticos de Barthes (2007), que retratam os sentidos e a plurissignificação do texto. Partindo das reflexões barthesianas, este artigo propõe uma análise semiológica do conto “A vendedora de fósforos”, com a adaptação de Pedro Bandeira, do texto original de Hans Christian Andersen. No texto, pretende-se identificar como o jogo das palavras constrói pistas para que o leitor adentre aos sentidos e a plurissignificação do texto literário. 

Biografia do Autor

Anne Helen Vieira, UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE - UFAC
Possui graduação em Letras - Língua e Literatura Portuguesa pela Universidade Federal do Amazonas (2016). Atualmente é professor - Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino, - SEDUC, em Eirunepé -Am e cursa Mestrado em Língua Portuguesa - PROFLETRAS - UFAC. Bolsista da CAPES. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Língua Portuguesa

Referências

A vendedora de fósforos. Biblioteca Pedro Bandeira. Disponível em: www.bibliotecapedrobandeira.com.br. Acesso em: 26 julho. 2018.

BARTHES, Roland. Aula: aula inaugural da cadeira de semiologia literária do Colégio de França, pronunciada dia 7 de janeiro de 1977/ Roland Barthes; tradução e posfácio de Leyla Perrone-Moisés. – São Paulo: Cultrix, 2007.

COSSON, Rildo. Círculos de leitura e letramento literário. 1. ed.,2ª reimpressão. – São Paulo: Contexto, 2018.

FARIA, Fernanda Cristina Ribeiro. A estética da recepção contribuindo para o ensino de Literatura infantil: uma experiência com o conto A pequena vendedora de fósforos, de Hans Christian Andersen (1805-1875) / Fernanda Cristina Ribeiro Faria. - Presidente Prudente: [s.n], 2010.

GOMES, Regina Souza. Semiótica e Ensino: Modalização e Leitura do Texto. In: Ensino de língua e literatura – Reflexões e perspectivas interdisciplinares. – Campinas, SP: Mercado de Letras, 2011.

Os Retirantes. Portal Portinari. Disponível em: www.portinari.org.br. Acesso em: 26 julho. 2018.

Parâmetros curriculares nacionais: língua portuguesa / Secretaria de Educação Fundamental. – 2.ed. – Rio de Janeiro: DP&A, 2000.

RITER, Caio. A formação do leitor literário em casa e na escola. 1ª. ed. – São Paulo: Biruta, 2009.

TEIXEIRA, Lúcia. Leitura e interpretação de textos: contribuições da teoria semiótica. In: Ensino de língua e literatura – Reflexões e perspectivas interdisciplinares. – Campinas, SP: Mercado de Letras, 2011.

TODOROV, Tzvetan, 1939. – A literatura em perigo. Tradução: Caio Meira. – Rio de Janeiro: DIFEL, 2009.

Publicado
2019-07-09
Como Citar
Vieira, A. H. (2019). UM OLHAR SEMIÓTICO SOBRE O CONTO A VENDEDORA DE FÓSFOROS: NOVAS POSSIBILIDADES DE LEITURA LITERÁRIA EM SALA DE AULA. TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA, 8(1). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/2486
Seção
Artigos