TITULARIDADE FEMININA NO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: QUESTÕES DE GÊNERO E SEGURANÇA ALIMENTAR

  • Jussara Gomes de Brito Universidade Federal do Acre
  • Elenice Rosa Costa

Resumo

Na presente pesquisa foram estudadas características do Programa Bolsa Família relativas ao seu impacto nas relações sociais de gênero, pois a maioria dos titulares beneficiados são mulheres. A influência do programa nessas relações envolve alguns aspectos que dizem respeito ao acesso a alimentos em quantidade e qualidade adequados para as famílias atendidas pelo benefício. A análise dos elementos abordados teve o objetivo de proporcionar reflexão sobre o papel feminino no Programa Bolsa Família e sobre a incorporação da discussão sobre direitos básicos como o acesso a alimentação adequada à perspectiva da autonomia das mulheres.

PALAVRAS CHAVE: bolsa família, gênero, mulheres, segurança alimentar.

Biografia do Autor

Jussara Gomes de Brito, Universidade Federal do Acre
Bacharel em Nutrição, Licenciada em História, Especialista em Políticas Públicas, Especialista em Patrimônio Arqueológico
Elenice Rosa Costa
Graduada em Pedagogia, Universidade Federal de Viçosa, UFV. Mestre em Educação pela Universidade Federal de Ouro Preto-UFOP. 
Publicado
2015-06-12
Como Citar
de Brito, J. G., & Costa, E. R. (2015). TITULARIDADE FEMININA NO PROGRAMA BOLSA FAMÍLIA: QUESTÕES DE GÊNERO E SEGURANÇA ALIMENTAR. TROPOS: COMUNICAÇÃO, SOCIEDADE E CULTURA (ISSN: 2358-212X), 1(3). Recuperado de https://periodicos.ufac.br/index.php/tropos/article/view/185
Seção
Artigos