Cartas ao outro: percepções acerca das educações especiais e inclusivas em química

Autores

  • Antonio Aparecido Vital Universidade Tecnológica Federal do Paraná
  • Alexandre Luiz Polizel Universidade Estadual de Londrina
  • Fabiana Gomes Instituto Federal de Goiás
  • Cristiane Beatriz Dal Bosco Rezzadori Universidade Tecnológica Federal do Paraná

Resumo

O pensamento de licenciandos em química no que concerne às discussões sobre educações para as inclusões pode ser tratado como uma questão curricular porque a própria ideia de currículo remete a uma trajetória a ser percorrida neste processo do fazer-se professor. Este trabalho objetiva levantar e apresentar as percepções de Licenciandos em Química da UTFPR – Campo Mourão acerca das educações especiais e inclusivas em química. A pesquisa narrativa foi utilizada como bússola investigativa para que esse grupo de alunos pudesse, a partir da escrita de uma carta, falar dos sentidos que atribuem às educações especiais e inclusivas em química. A analítica deu-se de forma híbrida a partir de uma análise narrativa e hermenêutica freiriana. Os pontos de similitude em relação às percepções destes estudantes foram organizados em cinco perspectivas que demonstram potencialidade para compreendermos a construção desse currículo, em especial, a reprodução de saberes e modos de ser e pensar.

Downloads

Publicado

2021-10-08