Prospecção fitoquímica, potencial anti-helmíntico e análise toxicológica do extrato etanólico de Croton sp. sobre ovos e larvas de nematódeos gastrintestinais de ovinos no estado do Acre, Amazônia ocidental

Autores

  • Adriano Monteiro de Souza Universidade Federal do Acre
  • Walef Bandeira Rodrigues Universidade Federal do Acre
  • Thayna Ferreira Bispo dos Santos Universidade Federal do Acre
  • Joelton da Silva Barata Universidade Federal do Acre
  • Alex Cicinato Paulino de Oliveira Universidade Federal de Rondônia
  • Sara Lucena de Amorim Universidade Federal de Rondônia

Resumo

O controle de nematódeos gastrointestinais em ovinos ainda se mostra um grande desafio para o avanço da produção brasileira. Faz-se uso de moléculas sintéticas amplamente distribuídas no mercado, entretanto, a resistência a elas mostra-se cada vez mais comum. Sendo, portanto, o uso de novos métodos efetivos de controle das parasitoses. Logo, uso de plantas como agentes antiparasitários se mostra promissor. Portanto, esse estudo tem a finalidade de investigar o uso de extrato de Croton sp, como agente antiparasitário, comprovando cientificamente a sua utilização frente a larvas de nematódeos gastrointestinais de ovinos. Para avaliação antiparasitária foram utilizadas dois ml nas doses CL50% (197ug/ml) e CL100%(394ug/ml) e adicionadas nas fezes(2g) dos animais parasitados naturalmente. A dose foi determinada a partir do teste de toxicidade com Artemia salina. A eficácia demonstrada pela planta para o tratamento dos ovos e larvas de nematódeos gastrintestinais de ovinos, em média geral, se mostrou de 20% na DL50% e – 46% na DL100%. Na identificação dos gêneros de nematódeos gastrintestinais de ovinos através da coprocultura identificou a predominância do gênero Haemonchus sp. em todos os grupos tratados e no grupo controle. Conclui-se que o extrato etanólico de Croton sp na concentração 197µg e 394µg apresentaram baixa eficiência sobre nematódeos gastrintestinais de ovinos, sugerindo que outras concentrações sejam testadas para que se observe uma atividade anti-helmíntica.

Downloads

Publicado

2021-03-20

Edição

Seção

Artigos Científicos