Cultivares de repolho em sistema orgânico de produção em Rio Branco - Acre

Autores

  • Regina Lúcia Felix Ferreira Universidade Federal do Acre
  • Sebastião Elviro de Araújo Neto Universidade Federal do Acre
  • Luís Gustavo de Souza e Souza Universidade Federal do Acre

Resumo

O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho agronômico de cultivares de repolho em sistema orgânico de produção, no município de Rio Branco, Acre. O experimento foi instalado em blocos ao acaso com sete tratamentos e quatro repetições de 12 plantas cada. Os tratamentos foram os híbridos Fuyuto, Blue Canyon e Suki e as cultivares Coração de boi, 60 dias, Chato de quintal e Louco de verão. O cultivo foi realizado em área sob cultivo orgânico deste 2008, os canteiros (1,20 m x 0,30 m) foram preparados com auxílio de microtrator. As mudas foram produzidas em bandejas (200 células) e repicadas para copos plásticos (180 cm³), preenchidas com substrato orgânico. O transplantio ocorreu aos 30 dias após a semeadura em linhas triplas espaçadas 0,50 m entre si e as plantas espaçadas 0,50 m na linha. Foram avaliadas: massa fresca comercial da cabeça (g), diâmetro da cabeça (mm), tempo de início de colheita (dias), formação de cabeça (%) e produtividade comercial (kg.ha-1). As cultivares “60 dias” e Coração de boi foram as cultivares mais precoces com início de colheita em 53 e 56 dias, respectivamente após o plantio. As cultivares Fuyoto, Coração de boi, Canyon e “60 dias” apresentaram maiores produtividades (2.523,3 kg.ha-1 a 3.666,0 kg.ha-1) em consequência a maior porcentagem de formação de cabeça (72,3% a 80,2%).

Downloads

Publicado

2021-03-20

Edição

Seção

Artigos Científicos