Qualidade de frutos de abacate cv. Fuerte tratados com de revestimento natural

  • Sebastião Elviro Araújo Neto Universidade Federal do Acre
  • Jamile Alves de Faria
  • Michelma Neves de Lima
  • Elizângela Barbosa de Lima Oliveira
  • Regina Lúcia Félix Ferreira

Resumo

Este trabalho teve como objetivo de avaliar o efeito de diferentes produtos de revestimento de frutos sobre a qualidade e a conservação pós-colheita de abacate armazenado em temperatura ambiente.  Os frutos após colhidos, foram selecionados, lavados e sanitizados com água clorada a 150 ppm, antes de serem submetidos aos seguintes tratamentos: T1 - controle, apenas lavados e sanitizados;T2 ­-  imersão em cera de carnaúba (Fruit Wax), diluída na concentração de 20%; T3 -  imersão em látex de seringueira diluído na proporção de 1:3 (v/v) e T4 - fécula de mandioca a 2%. O delineamento experimental utilizado foi o inteiramente casualizado (DIC) com 4 tratamentos e 5 repetições, em esquema de parcela subdividida no tempo. As características analisadas foram: sólidos solúveis totais (SST), acidez total titulável (ATT) e relação SST/ATT, avaliados no oitavo dia de armazenamento. O revestimento do abacate Fuerte com cera de carnaúba, látex de seringueira, e fécula de mandioca não influenciaram significativamente nos teores de ATT, SST e na relação SST/ATT da polpa. Houve redução dos sólidos solúveis e acidez total e aumento da relação SST/ATT durante o armazenamento. A perda de massa fresca foi avaliada diariamente durante os 08 dias de armazenamento, e a firmeza, foi realizada no dia da colheita e no quarto dia de armazenamento, no 8º dia a firmeza dos frutos não foi detectada pelo penetrômetro. O látex e a cera foram os revestimentos mais eficientes na redução da perda de massa. O revestimento do abacate Fuerte com cera de carnaúba, látex de seringueira, e fécula de mandioca não influenciaram significativamente na firmeza dos frutos.

Biografia do Autor

Sebastião Elviro Araújo Neto, Universidade Federal do Acre
Departamento de Agronomia
Publicado
2019-12-10
Seção
Artigos Científicos